2017-01-31

Novas edições de José Saramago

O controverso Caim e o terceiro volume dos seus diários são publicados esta semana

Partilhar:

Em 2017, a Porto Editora continua o seu trabalho de reedição da obra de José Saramago e, a 2 de fevereiro, chegam às livrarias Caim e Cadernos de Lanzarote III.


Caim é um dos romances mais controversos de José Saramago, o último que publicou em vida, e nele regressa aos primeiros livros da Bíblia e faz de Caim, irmão de Abel, protagonista. Num itinerário heterodoxo, este percorre cidades decadentes e estábulos, palácios de tiranos e campos de batalha pela mão de conhecidas personagens do Antigo Testamento, imprimindo ao texto o humor refinado que caracteriza a sua obra.

Em Cadernos de Lanzarote III, que corresponde ao seu diário entre 1993 e 1995, Saramago escreve-nos sobre os bastidores dos prémios literários internacionais, a cumplicidade com amigos escritores como Jorge Amado, a luta contra o obscurantismo político e religioso que condena as suas obras como subversivas e blasfemas, os impasses íntimos do escritor diante do seu trabalho. Alternando a serenidade de quem já viveu muito com a indignação de quem não se cansa de lutar contra o que julga estar errado, Saramago dá neste livro um testemunho único de entrega à literatura e à vida.

O AUTOR
Autor de mais de 40 títulos, José Saramago nasceu em 1922, na aldeia de Azinhaga. Até 2010, ano da sua morte, a 18 de junho, em Lanzarote, José Saramago construiu uma obra incontornável na literatura portuguesa e universal, traduzida em todo o mundo. José Saramago recebeu o Prémio Camões em 1995 e o Prémio Nobel de Literatura em 1998.

Já publicados na Porto Editora e as personalidades que colaboraram nas capas:

Ensaio sobre a Cegueira - Caligrafia da capa por Chico Buarque

O Homem Duplicado - Caligrafia da capa por Lídia Jorge

A Viagem do Elefante -Caligrafia da capa por Mário de Carvalho

Os apontamentos - Caligrafia da capa por Maria do Céu Guerra

Provavelmente alegria - Caligrafia da capa por Nuno Júdice

As Pequenas Memórias - Caligrafia da capa por Gonçalo M. Tavares

As Intermitências da Morte - Caligrafia da capa por Valter Hugo Mãe

Memorial do Convento - Caligrafia da capa por José Mattoso

História do Cerco de Lisboa - Caligrafia da capa por Álvaro Siza Vieira

Os poemas possíveis - Caligrafia da capa por Almeida Faria

A Noite - Caligrafia da capa por Armando Baptista-Bastos

Manual de Pintura e Caligrafia - Caligrafia da capa por Júlio Pomar

Que farei com este livro? - Caligrafia da capa por Carlos do Carmo

Folhas políticas - Caligrafia da capa por Teresa Villaverde

A Caverna - Caligrafia da capa por Eduardo Lourenço

Ensaio sobre a Lucidez - Caligrafia da capa por Dulce Maria Cardoso

Levantado do Chão - Caligrafia da capa por Mia Couto

Objeto Quase – Caligrafia de capa por João Tordo

Terra do Pecado – Caligrafia de capa por José Luís Peixoto

A Jangada de Pedra – Caligrafia de capa por Mário Cláudio

Todos os Nomes – Caligrafia de capa por Miguel Gonçalves Mendes

O Evangelho segundo Jesus Cristo – Caligrafia de capa por Sebastião Salgado

O ano da morte de Ricardo Reis – Caligrafia de capa por Carlos Reis

Cadernos de Lanzarote I – Caligrafia de capa por Graça Morais

Cadernos de Lanzarote II – Caligrafia de capa por José Santa-Bárbara

Viagem a Portugal – Caligrafia de capa por Maria Alzira Seixo

Conheça as nossas novidades

Seja o primeiro a conhecer os livros que acabaram de chegar, notícias sobre autores, conteúdo exclusivo e muito mais!

Conheça as nossas novidades

Seja o primeiro a conhecer os livros que acabaram de chegar, notícias sobre autores, conteúdo exclusivo e muito mais!