Frei Luís de Sousa

Frei Luís de Sousa

avaliação dos leitores (6 comentários)
(6 comentários)
Formatos disponíveis
5,50€ I
4,95€ I
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
5,50€ I
4,95€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO IMEDIATO
I Em stock - Envio 24H

SINOPSE

Drama representado pela primeira vez em 1843, publicado em 1844, é considerado a obra-prima do teatro romântico e uma das obras-primas da literatura portuguesa.

O enredo, inspirado na vida do escritor seiscentista Frei Luís de Sousa, de seu nome secular D. Manuel de Sousa Coutinho, tem como pano de fundo a resistência à dominação filipina.

Na célebre memória "Ao Conservatório Real" que acompanha a peça, Garrett critica o modo como na sua época se pretende fazer o drama, com um excesso de violência e de imoralidade, e alega ter desejado "excitar fortemente o terror e a piedade", usando de contenção e simplicidade.

Conheça todas as obras da Educação Literária na nossa página especial.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Clássico de Garrett
Ana Dias | 2017-09-04
Um clássico que faz parte do programa do 11º ano! Uma oportunidade de "recordar" uma obra incontornável do autor.
Tragicamente Dramático
Clara da Silva | 2016-02-06
Frei Luís de Sousa é das obras Garrettianas mais interessantes, uma vez que este conseguiu implementar numa só obra características de duas fases literárias - o neoclassicismo e o romantismo - conseguindo desta forma, ''dar à luz'' um drama trágico, que cativa o leitor ao desenlace catastrófico da mesma.

DETALHES DO PRODUTO

Frei Luís de Sousa
ISBN: 978-972-0-04959-9
Edição/reimpressão: 10-2017
Editor: Porto Editora
Código: 04959
Idioma: Português
Dimensões: 128 x 198 x 9 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 120
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros > Ensino > Apoio Escolar > Livros em Português > Livros em Português > Leituras Orientadas > Arte > Literatura > Artes de Palco > Romance
Nascido no Porto, a 4 de fevereiro de 1799, João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett foi um dos escritores mais completos no panorama das letras portuguesas. Formado em Leis pela Universidade de Coimbra, apoia, no último ano do curso, a causa da revolução liberal de 1820, exilando-se consequentemente em Inglaterra e França. Neste seu afastamento, publica os dois títulos fundadores do Romantismo português: Camões (1825) e D. Branca (1826). No entanto, é depois do regresso definitivo a Portugal, em 1836, que se mostra mais profícuo, escrevendo um conjunto de obras, das quais se destacam a peça trágica Frei Luís de Sousa (1843), as inclassificáveis Viagens na Minha Terra (1846), ou os ousados versos de Folhas Caídas (1853). Aliado ao escritor está ainda Garrett, o homem cívico, que contribui para a redação da Constituição de 1838, funda o Conservatório de Arte Dramática e encabeça o projeto de edificação do Teatro Nacional D. Maria II. Almeida Garrett morre em Lisboa, a 9 de dezembro de 1854.
Ver Mais

QUEM COMPROU TAMBÉM COMPROU

Em Stock

Os Maias

de Eça de Queirós

6,88€

8,60€

Portes Grátis

Em Stock

Memorial do Convento

de José Saramago

14,16€

17,70€

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK