Frei Luís de Sousa

Frei Luís de Sousa

Almeida Garrett
avaliação dos leitores (6 comentários)
(6 comentários)
Formatos disponiveis
5,50€
4,95€
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
5,50€
4,95€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO IMEDIATO
IEm stock - Envio em 48h

SINOPSE

Drama representado pela primeira vez em 1843, publicado em 1844, é considerado a obra-prima do teatro romântico e uma das obras-primas da literatura portuguesa.

O enredo, inspirado na vida do escritor seiscentista Frei Luís de Sousa, de seu nome secular D. Manuel de Sousa Coutinho, tem como pano de fundo a resistência à dominação filipina.

Na célebre memória "Ao Conservatório Real" que acompanha a peça, Garrett critica o modo como na sua época se pretende fazer o drama, com um excesso de violência e de imoralidade, e alega ter desejado "excitar fortemente o terror e a piedade", usando de contenção e simplicidade.

Conheça todas as obras da Educação Literária na nossa página especial.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Clássico de Garrett
Ana Dias |2017-09-04
Um clássico que faz parte do programa do 11º ano! Uma oportunidade de "recordar" uma obra incontornável do autor.
Tragicamente Dramático
Clara da Silva |2016-02-06
Frei Luís de Sousa é das obras Garrettianas mais interessantes, uma vez que este conseguiu implementar numa só obra características de duas fases literárias - o neoclassicismo e o romantismo - conseguindo desta forma, ''dar à luz'' um drama trágico, que cativa o leitor ao desenlace catastrófico da mesma.

DETALHES DO PRODUTO

Frei Luís de Sousa
de Almeida Garrett
ISBN:978-972-0-04959-9
Edição/reimpressão:10-2017
Editor:Porto Editora, S.A.
Código:04959
Idioma:Português
Dimensões:128 x 198 x 9 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:120
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Arte > Artes de Palco > Literatura > Romance > Apoio Escolar > 11.º Ano > Leituras Orientadas

sobre Almeida Garrett

Almeida Garrett
Escritor português do século XIX (1799-1854), deixou várias obras-primas na poesia, no teatro e na prosa, inovando a escrita e a composição em cada um destes géneros literários.
Da imensa bibliografia de Almeida Garrett salientam-se "Catão", 1821 (teatro); "Camões", 1825 (poema), "D. Branca", 1826 (poema), "Adozinda", 1828 (poema); "Lírica de João Mínimo", 1829 (poesias); "Da Educação", 1829 (ensaio); "Portugal na Balança da Europa", 1830 (ensaio); "Um Auto de Gil Vicente", 1838 (teatro); "Dona Filipa de Vilhena", 1840 (teatro); "O Alfageme de Santarém", 1842 (teatro); "Frei Luís de Sousa", 1843 (teatro); "Romanceiro", 3 vols. 1843, 1851 (poesias); "Flores sem Fruto", 1845 (poesias); "O Arco de Santana", 2 vols., 1845, 1851 (romance); "Viagens na Minha Terra" 1845-1846 (novela); "Folhas Caídas", 1853 (poesias)
Ver Mais

QUEM COMPROU TAMBÉM COMPROU

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK