As Pupilas do Senhor Reitor

As Pupilas do Senhor Reitor

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
ISBN: 978-972-0-04966-7
Edição/reimpressão: 01-2011
Editor: Porto Editora
Código: 04966
ver detalhes do produto
6,60€ I
-10%
COMPRAR
-10%
6,60€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Envio até 48 horas

SINOPSE

As Pupilas do Senhor Reitor, um romance de Júlio Dinis publicado em 1866, conta a história do regresso de um jovem inconsciente à vila onde nascera. Uma vez aí chegado, apaixona-se pela noiva do irmão, o que desencadeia uma série de peripécias. As aventuras amorosas de Daniel chocam com a vida de duas órfãs, Clara e Margarida, entregues aos cuidados do reitor da aldeia. Em suma, As Pupilas do Senhor Reitor traduz a vida rural portuguesa da época.

Um livro escrito com a simplicidade de estilo e o realismo de representação, que caracterizam a obra de Júlio Dinis, e recheado de situações imprevistas e de grande intensidade dramática.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Júlio Dinis é eterno
António Santos | 2017-01-11
O romantismo de Júlio Dinis é delicioso, aos 72 anos ainda me encanta e comove, simplesmente imperdível.
Em boa hora!
Fernando | 2015-01-09
Em boa hora a Porto Editora decidiu publicar estas edições, que devolvem os clássicos aos leitores portugueses a um preço muito acessível. Este livro é um verdadeiro clássico. Não o deixemos cair no esquecimento.

DETALHES DO PRODUTO

As Pupilas do Senhor Reitor
ISBN: 978-972-0-04966-7
Edição/reimpressão: 01-2011
Editor: Porto Editora
Código: 04966
Idioma: Português
Dimensões: 125 x 192 x 32 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 384
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Romance

sobre Júlio Dinis

Júlio Dinis, pseudónimo de Joaquim Guilherme Gomes Coelho, nasceu em 1839 no Porto, onde cursou Medicina. Em 1862, diagnosticado com tuberculose, suspende o exercício da profissão e retira-se, durante vários anos, para Ovar e, mais tarde, para a Madeira. Descoberto o encanto da vida rural, mas nunca esquecendo o afã da cidade e a sua burguesia nascente, publica o seu primeiro romance em volume, As Pupilas do Senhor Reitor, em 1867, seguindo-se-lhe Uma Família Inglesa (ambos lançados previamente em folhetins, no Jornal do Porto) e A Morgadinha dos Canaviais, ambos em 1868. No ano seguinte conclui o seu quarto romance, Os Fidalgos da Casa Mourisca, cujas provas tipográficas já não acabará de rever. Marcando a transição entre romantismo e realismo, e influenciado pela leitura dos grandes autores ingleses, como Jane Austen ou Charles Dickens, Júlio Dinis cultiva na sua obra o tratamento cuidado de temas familiares e quotidianos, numa estrutura de desenvolvimento lento, mas de resolução engenhosa. Após uma longa batalha contra a doença, morre prematuramente, aos 31 anos, na cidade que o viu nascer, em 1871.
Ver Mais

QUEM COMPROU TAMBÉM COMPROU

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK