Antropologia da Exclusão ou o Exílio da Condição Humana

Antropologia da Exclusão ou o Exílio da Condição Humana

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
Código:34861
Edição/reimpressão:03-2013
Editor:Porto Editora
ISBN:978-972-0-34861-6
ver detalhes do produto
15,50€
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
15,50€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Este livro pretende ser um ensaio sobre a necessidade de, em educação e no trabalho social, se adotar uma mudança estratégica de paradigma relativamente àqueles que devem ser os objetivos de qualquer projeto que vise a formação ou o apoio a pessoas, seja a crianças e jovens ao longo da sua vida nas escolas, seja a pessoas em situação de rutura iminente ou já de exclusãoconsumada. Trata-se, em qualquer dos casos, de perceber que a realização de itinerários de vida, ou a sua reorganização, passa pela capacidade de lidar com riscos, indefinições, mutações, flutuações, etc., que pouco terão a ver com a rigidez de princípios abstratos, a solidez de práticas estáveis ou a segurança de comportamentos que passem pelo conforto da mediania. C’est la marge qui tient la page ("É a margem que segura a página"), eis a frase que um dia Jean-Luc Goddard escreveu e que Philippe Meirieu usou precisamente para ilustrar a importância que as condutas escolares consideradas desobedientes, portanto na margem da educação, podem ter para o entendimento e desenho das intervenções educativas…
Eis o pensamento que ousámos acolher para inspirar as reflexões que constituem o cerne do presente trabalho.


Coleção Educação e Trabalho Social

Esta coleção, dirigida pelo Prof. Dr. Adalberto Dias de Carvalho, proporciona ao vasto espetro de pessoas e instituições direta ou indiretamente implicadas na formação e no exercício de funções sociais e educativas, um importante conjunto de obras de referência.

Abrange-se assim a transdisciplinaridade e a complexidade de uma área decisiva de saberes e de práticas que requer um cuidado esforço de fundamentação de conceitos e de estratégias de intervenção.

Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Sem vendas nos olhos
Dinael Corrêa de Campos |05.02.2016
é assim que me sinto após o término da obra. Mais do que recomendável para quem estuda, investiga ou lida com a área social, Carvalho nos expõe a real condição humana. Imperdível.
Interessante
C. Pinto |06.12.2014
Torna-se interessante acompanhar a leitura deste livro que aborda várias teorias sobre a exclusão das minorias. Recomendável para todos aqueles que estudam, investigam ou lidam com a área social.

DETALHES DO PRODUTO

Antropologia da Exclusão ou o Exílio da Condição Humana
Edição/reimpressão:03-2013
Editor:Porto Editora
Dimensões:168 x 245 x 11 mm
Encardenação:Capa mole
Páginas:176
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Antropologia
Adalberto Dias de Carvalho é Professor Catedrático (aposentado) da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, onde é também investigador e coordenador do Gabinete de Filosofia da Educação do Instituto de Filosofia; é ainda Professor Convidado da Universidade de Rouen (França) e da Universidade Católica e Professor Coordenador com Agregação do ISCET e da Escola Superior de Educação Paula Frassinetti. Doutorado em Filosofia pela Universidade do Porto, tem exercido diversos cargos e funções de relevo a nível do ensino superior, como a presidência do Instituto de Filosofia da FLUP (2006-08), da Comissão Instaladora da Escola Superior de Educação do Porto (1990) e do Conselho Científico do ISCET ou a vice-presidência de Comissão de Avaliação Externa do Conselho Nacional de Avaliação do Ensino Superior (2001), entre muitos outros. É autor de variados artigos científicos e de diversas obras nacionais e internacionais nas áreas da Filosofia e das Ciências da Educação.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK