O Varandim seguido de Ocaso em Carvangel (eBook)

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
Formatos disponíveis
9,99€ I
-10%
COMPRAR
-10%
9,99€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Disponibilidade Imediata
I EBOOK PARA WOOK READER

SINOPSE

Uma opereta com ecos de tragédia

Um canhão assombrando uma cidade. Um patíbulo armado de noite. Um istmo que conduz a uma cratera. Uma diligência cercada por cães selvagens. Nuvens de grifos imundos sobre o mar. A batalha sangrenta dos pescadores. Uma galeria de anarquistas, mais nobres que plebeus. A casa de Madame Ricciarda. A casa de Madame Musette. Dois jesuítas. Um padre que toca violoncelo. Um navio que não chega mais. Uma opereta com ecos de tragédia. Sol, luz, névoa e lua. Oito mulheres, amores duplos, triplos e quádruplos. De como a vida engana a morte. Ou o inverso. Porque há em gente pacata uma apetência de morte tão grande? Porque é que nunca se regressa daquela viagem? Porque é que aquele navio não chega? Porque é que aquele canhão jamais dispara?

O Varandim seguido de Ocaso em Carvangel - primeiro livro de Mário de Carvalho no catálogo da Porto Editora - confirma-o uma vez mais como um dos grandes nomes da ficção portuguesa contemporânea.


Prémios:

Prémio PEN Clube Português de Novelística - 2004
Grandes Prémios de Romance, Conto e Teatro APE - 1994, 1991, 1999
Prémio Literário Fernando Namora - 1996, 2009
Grande Prémio de Literatura ITF/DST - 2004
Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco - 1991
Prémio D. Diniz - 1986
Prémio Cidade de Lisboa - 1982
Prémio Vergílio Ferreira - 2009
Prémio Pégaso de Literatura - 1997
Premio Internazionale Città Di Cassino - 2008
Prémio Giuseppe Acerbi - 2007
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Mário de Carvalho - a ler sem dúvida
Rui Panarra | 2016-03-25
Duas novelas distintas. O Varandim uma história muito bem escrita que nos transporta para outra era com desfecho imprevisível. A crueldades das personagens chega a ser enervante. O Ocaso em Cavangel, para mim é ainda mais interessante. Um conjunto de personagens peculiares e em que algumas remetem para o nosso imaginário vão-se cruzando numa novela que nos agarra do princípio ao fim. O insólito, a ironia e a criatividade de Mário de Carvalho estão presentes nesta história. Recomendo vivamente.
Contador de histórias exímio.
Nuno Miguel Lopes Oliveira | 2013-03-12
Nesta obra temos duas breves novelas que revelam a excelência e a vitalidade literária de Mário de Carvalho. Situadas em tempos históricos e espaços ficcionados, as narrativas de “O varandim” e de “Ocaso em Carvangel” vagueiam pelo insólito das intemporais desventuras do real, com o escritor a versar sobre desencontros amorosos, infundadas guerras político-religiosas e o ávido espetáculo da crueldade que tanto deleita o homem.

DETALHES DO PRODUTO

O Varandim seguido de Ocaso em Carvangel (eBook)
ISBN: 978-972-0-68134-8
Editor: Porto Editora
Código: 68134
Idioma: Português
Páginas: 224
Tipo de Produto: eBook
Classificação Temática: eBooks > eBooks em Português > Literatura > Romance
Mário de Carvalho nasceu em Lisboa em 1944. Licenciou-se em Direito e viu o serviço militar interrompido pela prisão. Desde muito cedo ligado aos meios da resistência contra o salazarismo, foi condenado a dois anos de cadeia, tendo de se exilar após cumprir a maior parte da pena. Depois da Revolução dos Cravos, em que se envolveu intensamente, exerceu advocacia em Lisboa. O seu primeiro livro, Contos da Sétima Esfera, causou surpresa pelo inesperado da abordagem ficcional e pela peculiar atmosfera, entre o maravilhoso e o fantástico.
Desde então, tem praticado diversos géneros literários – romance, novela, conto, ensaio e teatro –, percorrendo várias épocas e ambientes, sempre em edições sucessivas. Utiliza uma multiforme mudança de registos, que tanto pode moldar uma narrativa histórica como um romance de atualidade; um tema dolente e sombrio como uma sátira viva e certeira; uma escrita cadenciada e medida como a pulsão duma prosa endiabrada e surpreendente.
Nas diversas modalidades de Romance, Conto e Teatro, foram atribuídos a Mário de Carvalho os prémios literários portugueses mais prestigiados (designadamente os Grandes Prémios de Romance, Conto e Teatro da APE, o prémio do Pen Clube e o prémio internacional Pégaso). Os seus livros encontram-se traduzidos em várias línguas.
Obras como Os Alferes, A Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho, Um Deus Passeando pela Brisa da Tarde, O Varandim seguido de Ocaso em Carvangel, A Liberdade de Pátio ou Ronda das Mil Belas em Frol são a comprovação dessa extrema versatilidade.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK