O avô tem uma borracha na cabeça

Rui Zink; Ilustração: Paula Delecave
avaliação dos leitores (8 comentários)
(8 comentários)
Formatos disponíveis
14,40€ I
12,96€ I
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
14,40€ I
12,96€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO IMEDIATO
I Em stock - envio até 48 horas

SINOPSE

O que fazer quando alguém de quem gostamos nos começa a esquecer?

Esta é a história da amizade entre um avô que lentamente vai perdendo as memórias e o neto inventor que se dedica a descobrir uma cura.
Através da sensibilidade de uma criança, chega-nos a lição mais importante: o amor é mais forte do que o esquecimento.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Lindo
Raquel | 2020-06-24
Podia ser mais história sobre avós e netos, mas não é, é sobre afectos e sobre as recordações que guardamos, quando tudo o resto se vai.
importância da temática abordada
Beatriz Rito | 2020-04-02
Confesso que tinha muitas expectativas relativamente a este livro dada a temática que aborda ( a doença de alzheimer) e vê-la "narrada" na perspectiva de uma criança. Considerava um livro para todas as idades, uma vez que também é necessário "educar" os pais para gerirem toda a componente emocional de uma criança que lida com a doença de um ente querido. No entanto, achei que o livro fica um pouco aquém. Sinceramente, esperava um pouco mais, mas quero acreditar que, na perspetiva de uma criança, o livro ajude a simplificar. De salientar que gostei bastante da nota final que o autor deixa aos adultos e muito boas ilustrações.

DETALHES DO PRODUTO

O avô tem uma borracha na cabeça
ISBN: 978-972-0-03259-1
Edição/reimpressão: 02-2020
Editor: Porto Editora
Código: 03259
Idioma: Português
Dimensões: 220 x 292 x 10 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 48
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Livros > Infantis e Juvenis > Contos Fábulas e Narrativas > Infantil (6 a 10 anos)

sobre Rui Zink

Rui Zink nasceu em Lisboa em 1961. É escritor e professor no Departamento de Estudos Portugueses na Faculdade da Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
Autor de uma obra diversificada, do romance à banda desenhada, passando pelo ensaio ou literatura infantil, publicou títulos como o Hotel Lusitano (1986), Apocalipse Nau (1996), Os Surfistas (2001), O Anibaleitor (2011), A instalação do medo (2012) ou os mais recentes Manual do Bom Fascista (2019) e O avô tem uma borracha na cabeça (2020).
A sua obra está traduzida em várias línguas, como inglês, francês, alemão, hebraico ou bengali, e já foi distinguida dentro e fora de Portugal, destacando-se o Prémio do P.E.N. Clube Português de Novelística, pelo romance Dádiva Divina, em 2004, ou o Prix Utopiales para melhor livro estrangeiro, com a edição francesa de A instalação do medo, em 2017.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK