Farsa de Inês Pereira

Farsa de Inês Pereira

Gil Vicente
Código:72675
Edição/reimpressão:09-2014
Editor:Porto Editora
ISBN:978-972-0-72675-9
ver detalhes do produto
7,70€
6,93€
-20%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-20%
24H
EM
STOCK
7,70€
6,93€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO IMEDIATO + 10% EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato

SINOPSE

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

Farsa de Inês Pereira
"Mais quero asno que me leve, que cavalo que me derrube."
Inês Pereira, uma jovem caprichosa e ambiciosa, vê-se pressionada a casar com Pêro Marques, o "asno", lavrador simples e sem cultura, mas está encantada pelo galante combatente, Brás da Mata, que encarna "o cavalo".
É neste momento de escolha de pretendentes (e suas consequências) que se centra a mais famosa farsa escrita por Gil Vicente e, sem dúvida, uma das mais divertidas e satíricas da vida quotidiana do seu tempo.

Este livro é também recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o Ensino Secundário.
A Coleção Educação Literária reúne obras de referência da literatura portuguesa e universal indicadas pelas Metas Curriculares de Português e pelo Plano Nacional de Leitura.

Conheça todas as obras da Educação Literária na nossa página especial.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Farsa de Inês Pereira
de Gil Vicente
Edição/reimpressão:09-2014
Editor:Porto Editora
Dimensões:127 x 197 x 6 mm
Encardenação:Capa mole
Páginas:80
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Infantojuvenil > Literatura Juvenil > Plano Nacional de Leitura > 10.º ano > Sugestões de Leitura > 11.º ano > Sugestões de Leitura > 12.º ano > Sugestões de Leitura > Apoio Escolar > 10.º Ano > Leituras Orientadas

sobre Gil Vicente

Gil Vicente
Gil Vicente é a figura maior do teatro português e ocupa um lugar fundacional na dramaturgia do sistema interliterário da Península Ibérica, onde ombreia com nomes tão importantes como Juan del Encina ou Lucas Fernández. São muitas as incógnitas referentes à sua biografia. Nasceu provavelmente por volta de 1465, tendo vindo a falecer em data próxima a 1536, ao que tudo indica na cidade de Évora. A atividade dramatúrgica de Gil Vicente foi desenvolvida no âmbito da corte portuguesa, abrangendo os reinados de D. Manuel I e D. João III. Deixou-nos, por conseguinte, uma produção teatral permeada por modelos mentais em trânsito para a modernidade, uma obra empenhada na renovação das formas dramáticas medievais de cunho popular, religioso e cortesão. A Copilaçam de 1562, organizada pelos filhos Luís e Paula Vicente, constitui a primeira edição da obra completa de Gil Vicente, reunindo nela os diferentes géneros que cultivou, tanto de carácter devoto (milagres, mistérios ou moralidades), como de índole profana (comédias, farsas ou tragicomédias). De 1502, data da representação do Monólogo do Vaqueiro ou Auto da Visitação, até 1536, ano da Floresta de Enganos, o dramaturgo português averbou 44 peças, das quais 15 são em língua portuguesa, 11 em castelhano e as restantes 18 em ambos os idiomas.
Ver Mais

DO MESMO AUTOR

Auto da Barca do Inferno

de Gil Vicente

6,93€

7,70€

Auto da Feira

de Gil Vicente

6,93€

7,70€

Auto da Índia

de Gil Vicente

5,94€

6,60€

QUEM COMPROU TAMBÉM COMPROU

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK