As Palavras Interditas - Até Amanhã

As Palavras Interditas - Até Amanhã

avaliação dos leitores (8 comentários)
(8 comentários)
Formatos disponíveis
11,10€ I
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
11,10€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I EM STOCK

SINOPSE

O presente volume prossegue a publicação da obra canónica de Eugénio de Andrade, tal como o poeta a estabeleceu em vida. Integra os livros «As Palavras Interditas», publicado pela primeira vez em 1951, e «Até Amanhã», de 1956. Como diz Nuno Júdice no seu prefácio, «"As Palavras Interditas" e "Até Amanhã" são livros em que se encontra, praticamente em cada poema, aquilo que fez, e faz, de Eugénio de Andrade o mais luminoso e claro dos nossos poetas do século XX.»

Nada podeis contra o amor.
Contra a cor da folhagem,
contra a carícia da espuma,
contra a luz, nada podeis.

Podeis dar-nos a morte,
a mais vil, isso podeis
- e é tão pouco.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Recomendo cada palavra
C. | 2022-12-09
Impossível viver sem Eugénio de Andrade. Impossível não se ser melhor após ler, conhecer, sentir cada uma das suas suas palavras, cada verso. Recomendo vivamente cada palavra deste grande poeta.
Ótima reflexão
Vanessa Olivença | 2022-11-01
Eugénio de Andrade, nunca desilude. É um misto sensorial, emocional e cheio de sentimentos de nós mesmos.. e dos outros. Adoro e recomendo.

DETALHES DO PRODUTO

As Palavras Interditas - Até Amanhã
de Eugénio de Andrade
ISBN: 978-972-37-1656-6
Edição/reimpressão: 10-2012
Editor: Assírio & Alvim
Código: 79329
Idioma: Português
Dimensões: 147 x 205 x 8 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 72
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Poesia

sobre Eugénio de Andrade

Eugénio de Andrade, pseudónimo de José Fontinhas, nasceu a 19 de janeiro de 1923 no Fundão. Manteve sempre uma postura de independência relativamente aos vários movimentos literários com que a sua obra coexistiu ao longo de mais de cinquenta anos de atividade poética. Revelou-se em 1948, com As Mãos e os Frutos, a que se seguiria, em 1950, Os Amantes sem Dinheiro. Os seus livros foram traduzidos em muitos países e ao longo da sua vida foi distinguido com inúmeros prémios, entre eles o Prémio Camões, em 2001. Morreu a 13 de junho de 2005 no Porto, cidade que o acolheu mais de metade da sua vida.
Ver Mais

DO MESMO AUTOR

Em Stock

Aquela nuvem e outras

de Eugénio de Andrade

11,97€

13,30€

Portes Grátis

Em Stock

Prosa

de Eugénio de Andrade

37,99€

Em Stock

Os Sulcos da Sede

de Eugénio de Andrade

11,10€

Em Stock

Os Lugares do Lume

de Eugénio de Andrade

11,10€

Em Stock

Ofício de Paciência

de Eugénio de Andrade

11,10€

Em Stock

O Sal da Língua

de Eugénio de Andrade

11,10€

Ver mais títulos deste autor

Conheça as nossas novidades

Seja o primeiro a conhecer os livros que acabaram de chegar, notícias sobre autores, conteúdo exclusivo e muito mais!

Conheça as nossas novidades

Seja o primeiro a conhecer os livros que acabaram de chegar, notícias sobre autores, conteúdo exclusivo e muito mais!