Política para Perplexos

Formatos disponíveis
16,60€ I
13,28€ I
-20%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-20%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
16,60€ I
13,28€ I
COMPRAR
I 20% DE DESCONTO IMEDIATO
I Em stock - Envio 24H
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Vivemos numa época de incerteza. As sociedades anteriores à nossa viveram com um futuro talvez mais sombrio, mas a estabilidade das suas condições de vida – por muito negativas que fossem – permitia-lhes pensar que o porvir não ia lhes trazer demasiadas surpresas. A perplexidade é uma situação própria das sociedades em que o horizonte do possível se abriu tanto que os nossos cálculos acerca do futuro são especialmente incertos.

O século XXI estreou-se com a convulsão da crise económica, que produziu vagas de indignação, mas não ocasionou uma especial perplexidade; contribuiu até para reafirmar as nossas principais orientações: quem eram os malvados e quem eram os bons, por exemplo. O mundo voltou a categorizar-se com nitidez entre perdedores e ganhadores, entre o povo e a casta, entre quem manda e quem sofre, ao mesmo tempo que se atribuíam as responsabilidades com relativa segurança. Mas a atual paisagem política encheu-se de uma deceção generalizada que já não se refere a algo concreto, mas sim a uma situação em geral. E sabemos que o mal-estar, quando se torna difuso, provoca perplexidade. Irrita-nos um estado de coisas que não pode contar com a nossa aprovação, mas irrita-nos ainda mais não sabermos como identificar esse mal-estar, quem culpar por ele e a quem confiar a mudança da referida situação.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Política para Perplexos
ISBN: 978-972-0-03232-4
Edição/reimpressão: 10-2019
Editor: Porto Editora
Código: 03232
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 235 x 17 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 216
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Política > Política em Geral
Daniel Innerarity é catedrático de Filosofia Política e Social, investigador Ikerbasque na Unversidade do País Basco e diretor do Instituto de Gobernanza Democrática.
Entre as suas últimas obras destacam-se A Humanidade Ameaçada (com Javier Solana), O Futuro e os Seus Inimigos, O Novo Espaço Público e A Sociedade Invisível.
É colaborador habitual do El País, com artigos de opinião. A revista francesa Le Nouvel Observateur incluiu-o numa lista dos 25 grandes pensadores do mundo.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK