Os Ovos Misteriosos

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
ISBN: 978-972-0-72883-8
Edição/reimpressão: 02-2022
Editor: Porto Editora
Código: 72883
ver detalhes do produto
13,30€ I
11,97€ I
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
13,30€ I
11,97€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO IMEDIATO
I EM STOCK

SINOPSE

Cada ovo fechado é um mistério! Será de tartaruga, de pata, de águia, de lagartixa, de algum monstro? Quem adivinha?
Divirtam-se a descobrir e a seguir as tremendas confusões e as aventuras por que passa a boa galinha que chocou uma ninhada de estranhos ovos.
E descubram, ao mesmo tempo, que, afinal, as diferenças podem unir em vez de separar, e que o amor é a coisa mais importante da vida.

Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Um pequeno tesouro
Tiago Pinto | 2022-06-02
Este livro pode ser considerado já um ´´clássico´´ da literatura para crianças, escrito em Português. Conta uma história deliciosa sobre o amor de mãe, sobre as diferenças e sobre a união. Pode ser lido e apreciado por uma criança de 5 anos ou analisado sob diferentes perspetivas com uma de 10 anos. Recomendadíssimo!

DETALHES DO PRODUTO

Os Ovos Misteriosos
ISBN: 978-972-0-72883-8
Edição/reimpressão: 02-2022
Editor: Porto Editora
Código: 72883
Idioma: Português
Dimensões: 220 x 292 x 10 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 32
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Infantis e Juvenis > Livros Infantis de Ficção > Infantil (até 6 anos)

sobre os autores

Luísa Ducla Soares nasceu em Lisboa a 20 de julho de 1939. É licenciada em Filologia Germânica pela Universidade Clássica de Lisboa.
Iniciou a sua atividade profissional como tradutora, consultora literária e jornalista, tendo sido diretora da revista de divulgação cultural Vida (1971-2).
Colaboradora de diversos jornais e revistas, estreou-se com um livro de poemas, Contrato, em 1970.
Foi Adjunta do Gabinete do Ministro da Educação (1976-8).
Trabalhou de 1979 a 2009 na Biblioteca Nacional onde iniciou a sua atividade realizando uma bibliografia da literatura para crianças em Portugal. Foi assessora principal desta instituição e responsável pela Área de Informação Bibliográfica. Aí organizou, no centenário de Andersen, uma exposição, acompanhada de catálogo, sobre Andersen em Portugal e diversas exposições.
Dedicada especialmente à literatura para crianças e jovens, em prosa bem como em poesia, publicou mais de uma centena de obras neste domínio.
Muitos dos seus poemas foram musicados (por Suzana Ralha, Daniel Completo, João Portugal, Óscar Ribeiro e outros compositores) tendo sido editados em diversos CDs.
Escreveu guiões televisivos sobre língua portuguesa para os mais jovens.
É sócia fundadora do Instituto de Apoio à Criança.
Realizou todos os sites de Internet da Presidência da República para crianças e jovens no mandato do Presidente Jorge Sampaio.
Tem elaborado para o Instituto Português do Livro e das Bibliotecas e para o Ministério da Educação diversas publicações seletivas da literatura infantil nacional e internacional.

Junto de escolas e bibliotecas, desenvolve regularmente ações de incentivo à leitura.
Participa frequentemente em colóquios e encontros, apresentando conferências e comunicações sobre problemática relacionada com os jovens e a leitura e sobre literatura para os mais novos.
Recusou, por motivos políticos, o Grande Prémio de Literatura Infantil com que o SNI pretendeu distinguir o seu livro História da Papoila em 1973. Em 1980 foi galardoada com o prémio Octogone pelo seu livro Os Ovos Misteriosos.
Recebeu o Prémio Calouste Gulbenkian para o melhor livro do biénio 1984-5 por 6 Histórias de Encantar e foi galardoada com o Grande Prémio Calouste Gulbenkian pelo conjunto da sua obra em 1996. Foi candidata de Portugal ao Prémio Andersen.
Em 2004 foi escolhida pela Secção Portuguesa do IBBY (International Board on Books for Young People ) como candidata ao Prémio Hans Christian Andersen .
Em 2009 a Sociedade Portuguesa de Autores distinguiu-a com a sua Medalha de Honra.
Em 2010 foi proposta pela DGLB como candidata de Portugal ao Prémio Ibero-Americano SM de Literatura Infantil e Juvenil.
Em 2018 e 2020 como candidata ao prémio sueco ALMA.
Ver Mais
A ilustradora Manuela Bacelar nasceu em Coimbra, em 1943. Estudou em Praga, onde foi bolseira na UMPRUM – Escola Superior de Artes Aplicadas, no curso de ilustração. Reside no Porto desde 1971. Dedica-se em exclusivo às artes plásticas desde 1988 e tem alguns livros com textos de sua autoria, como O dinossauro. Participa regularmente em bienais e exposições internacionais.
Foi selecionada pela Diesertina Verlag para o livro Modernos Ilustradores Europeus.
Ganhou a Maçã de Ouro na Bienal Internacional de Bratislava (1989) e o Prémio Gulbenkian de Ilustração (1990). Em 1992, foi nomeada para o Prémio Octognes de Paris. Em 1993, fez parte da Lista de Honra do Prémio Pier Paolo Verggero da Universidade de Pádua. Em 1994, foi selecionada pela Biblioteca Internacional de Munique para a Exposição “White Ravens”.
Igualmente em 1994, teve o Prémio Octognes para um dos melhores livros estrangeiros publicados em França, atribuído ao livro por si ilustrado e escrito “Mon grand Père” (ed. Zarafa). Em 1996, foi-lhe atribuído pelo Instituto da Biblioteca e do Livro e pelo Ministério da Cultura o Prémio Nacional de Ilustração.
Ainda em 1996 foi de novo selecionada para a Exposição “White Ravens” da Biblioteca Internacional de Munique. Tem publicados em Portugal para cima de 50 livros, e colaboração em diversos jornais e revistas. Tem também livros publicados na Dinamarca, em França, no Japão, em Marrocos e no Líbano.

Ver Mais

Conheça as nossas novidades

Seja o primeiro a conhecer os livros que acabaram de chegar, notícias sobre autores, conteúdo exclusivo e muito mais!

Conheça as nossas novidades

Seja o primeiro a conhecer os livros que acabaram de chegar, notícias sobre autores, conteúdo exclusivo e muito mais!