O Diário de Anne Frank - Diário Gráfico

O Diário de Anne Frank - Diário Gráfico

avaliação dos leitores (13 comentários)
(13 comentários)
ISBN:978-972-0-04044-2
Edição/reimpressão:07-2018
Editor:Porto Editora, S.A.
Código:04044
ver detalhes do produto
16,92€
18,80€
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
16,92€
18,80€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO IMEDIATO
IEm stock - Envio 24H
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Escrito entre 12 de junho de 1942 e 1 de agosto de 1944, O Diário de Anne Frank foi publicado pela primeira vez em 1947, por iniciativa de seu pai, revelando ao mundo o dia a dia de dois longos anos de uma adolescente forçada a esconder-se, juntamente com a sua família e um grupo de outros judeus, durante a ocupação nazi da cidade de Amesterdão.

Todos os que se encontravam naquele pequeno anexo secreto acabaram por ser presos em agosto de 1944, e em março de 1945 Anne Frank morreu no campo de concentração de Bergen-Belsen, a escassos dois meses do final da guerra na Europa. O seu diário tornar-se-ia um dos livros de não ficção mais lidos em todo o mundo, testemunho incomparável do terror da guerra e do fulgor do espírito humano.

Conheça todas as obras da Educação Literária na nossa página especial.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

O guião de Folman não descura nenhum dos momentos essenciais da história - do quotidiano e sobressaltos da vida clandestina ao desenlace trágico - mas tem a virtude de se focar essencialmente na evolução psicológica e emocional de uma adolescente muito complexa, por vezes conflituosa (sobretudo com a mãe e a irmã), de amores extremados (pelo pai, por Peter), rebelde e impulsiva, cheia de dúvidas e angústias, às vezes doce, sempre muito inteligente.
Expresso (4 ****)
Uma adaptação fiel ao livro. […] O livro não se furta ao desespero, mas contraria-o, ilustrando o humor e a ironia da própria Anne Frank, humanizando o drama das famílias […]. E para o equilíbrio desta relação, muito contribuiu a sensibilidade de Folman e de Polonsky à escrita da jovem.
José Marmeleira, Público
A atualidade de O Diário de Anne Frank ficou demonstrada com a presença de mais de meia centena de jornalistas de todo o mundo para a apresentação da novela gráfica, facto que Polonsky justificou deste modo: "É a história de uma rapariga cujo diário faz eco em muitos leitores desde sempre, e que explica o funcionamento do Holocausto."
João Céu e Silva, Diário de Notícias

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Fantástica obra
Margarida Pereira |2018-06-17
Este livro foi o mais bonito que eu li neste ano. As ilustrações são soberbas e extremamente bem detalhadas. Um verdadeiro presente para quem é fã da Anne Frank e da sua história.
Um livro em Banda Desenhada Maravilhoso
Cátia Silva |2018-06-07
É banda desenhada baseada no livro O Diário de Anne Frank, e como explicam no próprio livro é uma adaptação autorizada pela AFF (Anne Frank Foudation), que como devem de imaginar é muito complicado simplesmente converter um texto em desenhos, mas na minha modesta opinião está um trabalho maravilhosamente bem feito. Com desenhos que retratam o estado de espírito da Anne Frank, durante o período, em que ela, a sua família e mais 4 outras pessoas, estiveram escondidos no anexo secreto durante a ocupação nazi (entre 12 de junho de 1942 e 1 de agosto de 1944), na cidade de Amesterdão. Uma interpretação dos textos para BD muito bem conseguida. Gostei muito.

DETALHES DO PRODUTO

O Diário de Anne Frank - Diário Gráfico
de Ari Folman, David Polonsky, Anne Frank
ISBN:978-972-0-04044-2
Edição/reimpressão:07-2018
Editor:Porto Editora, S.A.
Código:04044
Idioma:Português
Dimensões:205 x 280 x 17 mm
Encadernação:Capa dura
Páginas:160
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Banda Desenhada

sobre os autores

Ari Folman nasceu a 17 de dezembro de 1962, em Haifa, Israel, e é um premiado realizador de cinema, argumentista e compositor de bandas sonoras. Escreveu e realizou o filme A Valsa com Bashir, nomeado para os Óscares e vencedor de um Globo de Ouro para melhor filme estrangeiro, em 2008.
Ver Mais
David Polonsky nasceu em Kiev, na Ucrânia, em 1973, e é um ilustrador e designer premiado. Foi responsável pelas ilustrações de A Valsa com Bashir.
Ver Mais
Anne Frank
Anne Frank nasceu a 12 de junho de 1929 em Frankfurt, na Alemanha, no seio de uma família judaica. Em 1933, após a tomada de poder pelos nazis, os seus pais decidiram partir para Amesterdão, na Holanda, país que tinha fama de bem acolher as minorias religiosas. Em 1940, porém, os alemães invadem este território e iniciam uma forte perseguição aos judeus, reencaminhando-os para "campos de trabalho". Depois de dois anos de reclusão num anexo ao antigo escritório do pai, Anne Frank é detida em agosto de 1944. Viria a morrer de tifo no campo de concentração de Bergen-Belsen em março de 1945.

O diário que escreveu durante este período tornou-se uma das obras de não ficção mais lidas em todo o mundo.
Ver Mais

QUEM COMPROU TAMBÉM COMPROU

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK