O assassinato de Berta Linhares
O assassinato de Berta Linhares

O assassinato de Berta Linhares

ISBN: 978-989-8093-89-9
Edição/reimpressão: 04-2010
Editor: Sextante Editora (chancela)
Código: 07043
ver detalhes do produto
15,50€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
15,50€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Berta Linhares, patroa de uma conhecida casa de prostituição de Lisboa, foi assassinada com um tiro à queima-roupa, numa madrugada fria de 2005. Após investigações, a Polícia Judiciária prende António Raposo, escritor de livros policiais. Para provar a sua inocência, o escritor tem de desvendar o crime.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

O assassinato de Berta Linhares
de Jacinto Rego de Almeida
ISBN: 978-989-8093-89-9
Edição/reimpressão: 04-2010
Editor: Sextante Editora (chancela)
Código: 07043
Idioma: Português
Dimensões: 140 x 201 x 14 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 184
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Policial e Thriller

sobre Jacinto Rego de Almeida

Jacinto Rego de Almeida nasceu no ano de 1942 em Alcanhões (Santarém), onde reside atualmente. Entre 1968 e 2004 viveu no estrangeiro, exilado até 1974 e no exercício do cargo de conselheiro económico da Embaixada de Portugal no Brasil após a Revolução de 25 de abril.
Os seus livros abrangem os domínios da crónica, conto, romance e literatura de viagem. Tem editadas três coletâneas de contos: As palavras e os actos (Ed. Anima, Rio de Janeiro, 1987), publicada no ano seguinte em Lisboa com o título O afiador de facas (Ed. Perspectivas e Realidades); O monóculo (Ed. O Jornal, Lisboa, 1990); e A gravação (Ed. Nórdica, Rio de Janeiro, 1994). O seu livro Um olhar sobre o Brasil (Editorial Notícias, Lisboa, 1999) é o título de uma coletânea de crónicas publicadas no JL - Jornal de Letras, Artes e Ideias. Em coautoria com Carlos Cáceres Monteiro, publicou Jacinto Rego de Almeida nasceu no ano de 1942 em Alcanhões (Santarém), onde reside atualmente. Entre 1968 e 2004 viveu no estrangeiro, exilado até 1974 e no exercício do cargo de conselheiro económico da Embaixada de Portugal no Brasil após a Revolução de 25 de abril.
Os seus livros abrangem os domínios da crónica, conto, romance e literatura de viagem. Tem editadas três coletâneas de contos: As palavras e os actos (Ed. Anima, Rio de Janeiro, 1987), publicada no ano seguinte em Lisboa com o título O afiador de facas (Ed. Perspectivas e Realidades); O monóculo (Ed. O Jornal, Lisboa, 1990); e A gravação (Ed. Nórdica, Rio de Janeiro, 1994). O seu livro Um olhar sobre o Brasil (Editorial Notícias, Lisboa, 1999) é o título de uma coletânea de crónicas publicadas no JL - Jornal de Letras, Artes e Ideias. Em coautoria com Carlos Cáceres Monteiro, publicou Mistérios da Amazónia - Cadernos de uma expedição nas Guianas e no Brasil (Editorial Notícias - Circulo de Leitores, Lisboa, 2002). Tem editados dois romances: Crime de Estado (Editorial Notícias, Lisboa, 1998) e O diplomata e o agente funerário (Geração Editorial, S. Paulo, 2003). É colaborador do JL e têm sido publicados contos e crónicas da sua autoria em vários jornais e revistas em Portugal e no estrangeiro.
Mistérios da Amazónia - Cadernos de uma expedição nas Guianas e no Brasil (Editorial Notícias - Circulo de Leitores, Lisboa, 2002). Tem editados dois romances: Crime de Estado (Editorial Notícias, Lisboa, 1998) e O diplomata e o agente funerário (Geração Editorial, S. Paulo, 2003).
É colaborador do JL e têm sido publicados contos e crónicas da sua autoria em vários jornais e revistas em Portugal e no estrangeiro.
Ver Mais

DO MESMO AUTOR

10%

A verdadeira história do bandido Maximiliano

de Jacinto Rego de Almeida

13,30€

Conheça as nossas novidades

Seja o primeiro a conhecer os livros que acabaram de chegar, notícias sobre autores, conteúdo exclusivo e muito mais!

Conheça as nossas novidades

Seja o primeiro a conhecer os livros que acabaram de chegar, notícias sobre autores, conteúdo exclusivo e muito mais!