Luz antiga

Luz antiga

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
Formatos disponiveis
17,90€
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
17,90€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Existe alguma diferença entre a memória e a invenção? É essa a pergunta que alimenta Luz Antiga, um romance fascinante, escrito com a profundidade, o lirismo e o humor que caracterizam a obra de John Banville.
É também a pergunta que persegue Alexander Cleave, um ator no crepúsculo da vida e da carreira, que recorda com pesar o seu primeiro - e talvez único - amor, assim como a morte da filha às mãos de uma depressão amorosa que Cleave não consegue aceitar ou entender.

Billy Gray era o meu melhor amigo e eu apaixonei-me pela mãe dele. «Apaixonei-me» é capaz de ser uma palavra demasiado forte, mas não conheço nenhuma mais fraca que sirva. Tudo isto aconteceu há meio século. Eu tinha quinze anos e Mrs. Gray trinta e cinco.

Luz Antiga é uma meditação sobre o amor e a perda, sobre o imediatismo inescrutável do passado nas nossas vidas presentes, sobre a forma como a imaginação inventa memórias e as memórias inventam o homem.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Deslumbrante
NAlmeida |23.06.2016
Ler "Luz Antiga", de John Banville, é mergulhar numa prosa densa, poética. É viver, pela memória (ou será apenas invenção?), o regresso à adolescência do narrador, com a força das paixões da idade. É também ser submerso pelo peso do passar da idade, pelo inexorável peso do tempo e seus efeitos nos sonhos e na vida. Um romance deslumbrante.

DETALHES DO PRODUTO

Luz antiga
Edição/reimpressão:05-2013
Editor:Porto Editora
Dimensões:151 x 234 x 22 mm
Encardenação:Capa mole
Páginas:264
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance
John Banville nasceu em Wexford, na Irlanda, em 1945. Na sua já vasta e premiada obra destacam-se Doutor Copérnico (James Tait Black Memorial Prize 1976), Kepler (The Guardian Fiction Prize 1981), Fantasmas, O Intocável, O Livro da Confissão (finalista do Booker Prize 1989) e O Mar (vencedor do Man Booker Prize). Em 2014, foi distinguido com o Prémio Príncipe das Astúrias das Letras.
Ver Mais

DO MESMO AUTOR

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK