Diário de Um Sargento

Diário de Um Sargento

Código:04585
Edição/reimpressão:08-2013
Editor:Porto Editora
ISBN:978-972-0-04585-0
ver detalhes do produto
14,40€
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
14,40€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato

SINOPSE

"Acusado de participação na revolta dos militares em Lourenço Marques, e já o segundo-sargento António d’Araújo seria julgado e condenado a 10 anos de prisão, em 1889, castigo a ser cumprido em Angola, para onde foi degredado e chegaria em 1892. (...) Ao longo das páginas do manuscrito fica patente (…) uma imensidão de informações relevantes para quantos queiram conhecer Angola nesse declinar do século XIX. (...) Orgulha-se a Academia Portuguesa da História por se poder associar a esta publicação, manifestando igualmente o seu profundo apreço pelo académico Adriano Parreira, graças a quem podemos passar a dispor de um texto riquíssimo para quantos desejem conhecer as vivências quotidianas de um jovem que, como tantos outros, foi atirado para uma terra desconhecida, num ambiente de esperança, mas também de medo."

Prof.ª Doutora Manuela Mendonça
Presidente da Academia Portuguesa da História
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Diário de Um Sargento
Edição/reimpressão:08-2013
Editor:Porto Editora
Dimensões:130 x 198 x 20 mm
Encardenação:Capa mole
Páginas:240
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Memórias e Testemunhos
Adriano Parreira nasceu no Namibe, Angola. Obteve o grau de Fil. Lic. na Universidade de Uppsala, na Suécia. Foi investigador do LISH-CNRS, Paris, e do IICT, em Lisboa, tendo lecionado Antropologia, Sociologia e História de Angola na Universidade Nova de Lisboa.

Foi diretor da Revista de Informática para as Ciências do Homem, Full Bright e Visiting Fellow do Departamento de História da Universidade de Johns Hopkins, Baltimore, EUA. É autor de vasta bibliografia de Etnologia e História de Angola.

Participou em inúmeras conferências e apresentou diversas comunicações em Portugal e no estrangeiro. Foi embaixador de Angola junto às Nações Unidas e Organizações internacionais em Genebra. Adriano Parreira é membro correspondente da Academia Portuguesa da História e de diversas Associações académicas nacionais e estrangeiras.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK