Alabardas

Alabardas

Código:04695
Edição/reimpressão:09-2014
Editor:Porto Editora
ISBN:978-972-0-04695-6
ver detalhes do produto
15,50€
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
15,50€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Aquando do seu falecimento, em 2010, José Saramago deixou escritas trinta páginas daquele que seria o seu próximo romance; trinta páginas onde estava já esboçado o fio argumental, perfilados os dois protagonistas e, sobretudo, colocadas as perguntas que interessavam à sua permanente e comprometida vocação de agitar consciências.

Saramago escreve a história de Artur Paz Semedo, um homem fascinado por peças de artilharia, empregado numa fábrica de armamento, que leva a cabo uma investigação na sua própria empresa, incitado pela ex-mulher, uma mulher com carácter, pacifista e inteligente. A evolução do pensamento do protagonista permite-nos refletir sobre o lado mais sujo da política internacional, um mundo de interesses ocultos que subjaz à maior parte dos conflitos bélicos do século xx.

Dois outros textos - de Fernando Gómez Aguilera e Roberto Saviano - situam e comentam as últimas palavras do Prémio Nobel português, cuja força as ilustrações de um outro Nobel, Günter Grass, sublinham. José Saramago recebeu o Prémio Camões em 1995 e o Prémio Nobel de Literatura em 1998.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Alabardas
Edição/reimpressão:09-2014
Editor:Porto Editora
Dimensões:142 x 210 x 13 mm
Encardenação:Capa mole
Páginas:136
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance

sobre os autores

Autor de mais de 40 títulos, José Saramago nasceu em 1922, na aldeia de Azinhaga. Até 2010, ano da sua morte, a 18 de junho, em Lanzarote, José Saramago construiu uma obra incontornável na literatura portuguesa e universal, com títulos que vão de Memorial do Convento a Caim, passando por O Ano da Morte de Ricardo Reis, O Evangelho segundo Jesus Cristo, Ensaio sobre a Cegueira, Todos os Nomes ou A Viagem do Elefante, obras traduzidas em todo o mundo. José Saramago recebeu o Prémio Camões em 1995 e o Prémio Nobel da Literatura em 1998.

Discurso do Prémio Nobel José Saramago (PDF)
Ver Mais
Roberto Saviano nasceu e cresceu em Nápoles, onde começou uma brilhante carreira como jornalista. Infiltrado na Máfia napolitana, publicou em 2006 o aclamado best-seller internacional Gomorra.
O sucesso do livro, porém, rapidamente se tornou num pesadelo - desde então o autor, perseguido pelos mafiosos que denunciou, viu-se obrigado a viver na clandestinidade, sob protecção policial. Saviano escreve para L’espresso e La Repubblica de Itália e para diversos jornais estrangeiros como o Times, El País, Die Zeit, Expressen e Washington Post. Além de Gomorra, em 2008, a Caderno publicou, do mesmo autor, O Contrário da Morte (2009).
Ver Mais
Fernando Gómez Aguilera (San Felices de Buelna, Cantábria, 1962), poeta, ensaísta e filólogo de formação, trabalhou como professor de literatura espanhola. É director da Fundação César Manrique (Lanzarote) e curador da Fundação José Saramago.
Em 2007 preparou uma grande exposição dedicada à vida e trajectória literária de José Saramago, inaugurada na sede da Fundação César Manrique, e que posteriormente se apresentou em Lisboa (Palácio da Ajuda) e São Paulo.
Conhecedor da obra do escritor português, apresentou vários livros seus e publicou ensaios e críticas literárias sobre a narrativa do Prémio Nobel da Literatura de 1998. É também autor da biografia cronológica José Saramago. A Consistência dos Sonhos, publicada em Portugal pela Editorial Caminho.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK