A Desumanização

A Desumanização

avaliação dos leitores (18 comentários)
(18 comentários)
Formatos disponiveis
16,60€
13,28€
-30%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-30%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
16,60€
13,28€
COMPRAR
I20% DE DESCONTO IMEDIATO + 10% EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Mais tarde, também eu arrancarei o coração do peito para o secar como um trapo e usar limpando apenas as coisas mais estúpidas.
Desumanização

Passado nos recônditos fiordes islandeses, este romance é a voz de uma menina diferente que nos conta o que sobra depois de perder a irmã gémea. Um livro de profunda delicadeza em que a disciplina da tristeza não impede uma certa redenção e o permanente assombro da beleza.


Críticas de imprensa

É o grande livro de ficção da rentrée literária de 2013.
Diário de Notícias

Uma ode fervorosa a um país distante e gélido.
Jornal de Notícias

Milagre literário.
Jornal de Letras

Poderosa história.
Visão

Provavelmente, o melhor romance de Valter Hugo Mãe.
Público

Este livro mostra o autor no seu melhor.
Diário Digital

Pede ao leitor algo mais do que a simples vontade de seguir uma história.»
TSF

Foi a última coisa de génio que eu li.
Rita Ferro

Ao ler, senti o mesmo abalo e convulsão de quando aos vinte anos descobri William Faulkner.
Ignácio de Loyola Brandão

A leitura provoca um turbilhão, uma vertigem de imagens pelas quais o leitor fica possuído. Inquietante, tenso e ao mesmo tempo ingênuo e puro.
Ney Matogrosso

Um romance fascinante. Valter Hugo Mãe utiliza recursos do cancioneiro popular e da narrativa fantástica para perscrutar a imaginação islandesa, conduzindo os leitores a um confim do mundo cujas personagens encaram os seus destinos, envoltas num belo manto de palavras.
Sjón

Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

Um romance fascinante. Valter Hugo Mãe utiliza recursos do cancioneiro popular e da narrativa fantástica para perscrutar a imaginação islandesa, conduzindo os leitores a um confim do mundo cujas personagens encaram os seus destinos, envoltas num belo manto de palavras.
Sjón
A leitura provoca um turbilhão, uma vertigem de imagens pelas quais o leitor fica possuído. Inquietante, tenso e ao mesmo tempo ingênuo e puro.
Ney Matogrosso
Ao ler, senti o mesmo abalo e convulsão de quando aos vinte anos descobri William Faulkner .
Ignácio de Loyola Brandão
Foi a última coisa de génio que eu li.
Rita Ferro
«Pede ao leitor algo mais do que a simples vontade de seguir uma história.»
TSF
«Este livro mostra o autor no seu melhor.»
Diário Digital
«Provavelmente, o melhor romance de Valter Hugo Mãe.»
Público
«Poderosa história.»
Visão
«Milagre literário.»
Jornal de Letras
«Uma ode fervorosa a um país distante e gélido.»
Jornal de Notícias
«É o grande livro de ficção da rentrée literária de 2013.»
Diário de Notícias

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Doce viagem
Irina E |08.10.2016
Passou a ser o meu numero 1. O livro mais bonito e intenso que alguma vez li. Obrigada por esta doce viagem em forma de poesia.
Não corresponde à expectativa...
Regina |16.07.2016
Não consigo entender as opiniões positivas acerca desta obra. Não consegui terminar a leitura. É demasiado enfadonha, melancólica e a cada capítulo vem mais do mesmo. conteúdo dramático do primeiro capítulo arrasta-se até ao meio da história sem acrescentar nada de novo...

DETALHES DO PRODUTO

A Desumanização
ISBN:978-972-0-04494-5
Edição/reimpressão:11-2016
Editor:Porto Editora, S.A.
Código:04494
Idioma:Português
Dimensões:152 x 235 x 20 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:248
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance
Valter Hugo Mãe é um dos mais destacados autores portugueses da atualidade. A sua obra está traduzida em variadíssimas línguas, merecendo um prestigiado acolhimento em países como o Brasil, a Alemanha, a Espanha, a França ou a Croácia. Publicou sete romances: Homens imprudentemente poéticos; A desumanizaçãoO filho de mil homensa máquina de fazer espanhóis (Grande Prémio Portugal Telecom Melhor Livro do Ano e Prémio Portugal Telecom Melhor Romance do Ano); o apocalipse dos trabalhadoreso remorso de baltazar serapião (Prémio Literário José Saramago) e o nosso reino. Escreveu alguns livros para todas as idades, entre os quais: Contos de cães e maus lobosO paraíso são os outrosAs mais belas coisas do mundo e O rosto. A sua poesia foi reunida no volume contabilidade, entretanto esgotado. Publica a crónica Autobiografia Imaginária no Jornal de Letras.
Ver Mais

QUEM COMPROU TAMBÉM COMPROU

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK