1822

1822

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
Formatos disponiveis
18,70€
-10%
3D
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
3D
PORTES
GRÁTIS
18,70€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEnvio em 3 dias
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Quem observasse o Brasil em 1822 teria razões de sobra para duvidar da sua viabilidade como nação independente e soberana. De cada três brasileiros, dois eram escravos, negros forros, mulatos, índios ou mestiços. O medo de uma rebelião dos cativos tirava o sono à minoria branca. O analfabetismo era geral. O isolamento e as rivalidades entre as diversas províncias prenunciavam uma guerra civil e, para piorar a situação, ao voltar para Portugal, D. João VI deixara os cofres nacionais vazios.

O novo país nascia falido.

As perspetivas de fracasso pareciam bem maiores do que as de sucesso.

Nesta nova obra, o autor de 1808 - sobre a fuga da família real para o Rio de Janeiro -, mostra como o Brasil, que tinha tudo para não resultar, até resultou, numa notável combinação de sorte, improviso, acasos e também de sabedoria das lideranças responsáveis pela condução dos destinos do novo país, naquele momento de grandes sonhos e muitos perigos.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

1822 - segundo capítulo de uma trilogia apaixonante
N.Almeida |10.12.2015
Volume do meio da trilogia iniciada com "1808", "1822" de Laurentino Gomes leva o leitor até aos acontecimentos que levaram à independência do Brasil - um país que tinha tudo para dar errado, como refere o subtítulo, mas que conseguiu como entidade independente. "1822" é escrito com uma linguagem muito acessível e próxima do leitor, aprofundando temas que são apenas superficialmente familiares à maior parte dos portugueses. Uma trilogia fundamental ("1808", "1822" e "1889") para perceber a relação de Portugal com o Brasil.
1822 de Laurentino Gomes
Nuno Santos |21.07.2014
Excelente obra e revisão do período que antecedeu a independência do Brasil . Uma perspectiva muito interessante sobre toda a história que envolveu o regresso de D. João VI a Portugal, a sua morte, a independência do Brasil e os motivos que estiveram na sua origem. D. Pedor I do Brasil e D. Pedro IV de Portugal um homem fascinante e visionário para o seu tempo. Ouso em referir que terá porventura sido o Pai da República pela forma liberal, inovadora e ousada que teve para o seu tempo.

DETALHES DO PRODUTO

1822
Edição/reimpressão:04-2015
Editor:Porto Editora
Dimensões:152 x 235 x 22 mm
Encardenação:Capa mole
Páginas:304
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > História > História de Portugal > História do Brasil > História em Geral > Literatura > Memórias e Testemunhos
Laurentino Gomes é paranaense de Maringá, vencedor de 6 Prémios Jabuti de Literatura e autor dos livros 1808, sobre a fuga da família real portuguesa para o Rio de Janeiro; 1822, sobre a Independência do Brasil; e 1889, sobre a Proclamação da República. Lançado na Bienal do Rio de Janeiro de 2007, o livro 1808 permanece há 8 anos consecutivos nas listas das obras mais vendidas do mercado brasileiro. Foi ainda eleito o Melhor Ensaio de 2008 pela Academia Brasileira de Letras e publicado em inglês nos Estados Unidos pela Editora Lyons Press, do Grupo Globe Pequot de Connecticut. Ao todo, as suas obras já venderam mais de 2 milhões de exemplares no Brasil e no resto do mundo. Graças à repercussão destes três títulos, Laurentino já foi eleito duas vezes pela revista Época como um dos cem brasileiros mais influentes do ano. Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná, tem pós-graduação em Administração na Universidade de São Paulo. Laurentino Gomes é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo e da Academia Paranaense de Letras.
Ver Mais

DO MESMO AUTOR

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK