2015-10-02

Em casa de Manuel Luís Goucha

Manuel Luis Goucha e Rui Oliveira abrem, pela primeira vez, as portas de casa e mostram as receitas do dia a dia.

Partilhar:
As receitas cá de casa, que a Porto Editora publica a 8 de outubro, é o título do livro através do qual, pela primeira vez, Manuel Luís Goucha e Rui Oliveira abrem as portas de casa. Esta obra personalíssima mostra, por via de fotografias tiradas no dia a dia com o smartphone do próprio Manuel Luís Goucha, as refeições que ambos preparam com todo o cuidado e dedicação.
Num livro de receitas pensado para ser verdadeiramente usado (e não para ficar na prateleira), com espaço para tomar notas e personalizar cada uma delas (“A meu gosto”), Goucha demonstra que a apresentação e o cuidado na confeção assumem um papel primordial, sem esquecer a importância dos ingredientes e dos aromas. Porque, na opinião do autor, «só uma cozinha com alma conforta e apazigua». Esta obra divide-se em três secções: “Entradas, saladas e petiscos”, “Suculências” e “Doçuras” (exemplos nas páginas 3, 4 e 5).

As receitas cá de casa vai ser apresentado em Lisboa e no Porto, por Manuel Luís Goucha e por Rui Oliveira, em datas e locais a anunciar brevemente.




NAS PALAVRAS DO AUTOR

Cá em casa…
… somos dois e com uma paixão comum, esta de entender os alimentos, de os acomodar com gosto e criatividade e de saboreá-los. Estas são as receitas do nosso dia-a-dia e se, ao primeiro olhar lhe parecem, muito elaboradas, desengane-se, que exceptuando aquelas que pedem a mais terna das quenturas, a maior parte faz-se em menos de trinta minutos. É tudo uma questão de método na cozinha e de rentabilização do produto e do tempo. Gostamos de uma cozinha estimulante e saudável e para isso somos criteriosos na escolha do que preparamos e na forma como o fazemos. O mesmo se aplica ao jeito de temperar, que se há coisa que nos agrada é tirar da nossa pequena horta os olores que hão-de triunfar no prato. Depois somos pela estetização do empratamento, mesmo que sejamos só os dois à mesa. É que se os olhos são os primeiros a reagir ao jogo de cores e texturas no prato, logo o olfacto, o ouvido e tudo o há-de acordar. Que seja, então, uma festa para os sentidos!
Por ser uma coisa tão nossa, quis ser eu mesmo a fotografar as receitas, sem pretensões ou mascarices e, assim, este livro quase recupera a memória de um velho caderno de receitas, machucado pelo uso, com algumas notas de pé de página, às quais também o(a) leitor(a) pode acrescentar as suas, que para isso reservámos umas quantas linhas. Agora é consigo, que por muitas receitas, ideias e sugestões que possamos nele incluir, algo há que não nos cabe acrescentar: a sua alma.
É que só uma cozinha com alma conforta e apazigua.


Manuel Luís Goucha

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK