2020-05-22

Autores portugueses trazem novas aventuras para os mais jovens

Álvaro Magalhães e Sara Almeida Leite assinam os mais recentes títulos das suas coleções que conquistam o público infantojuvenil, Os Indomáveis F.C. e O Mundo da Inês

Partilhar:

Neste Dia do Autor Português, a Porto Editora faz chegar às livrarias dois títulos escritos por autores portugueses a pensar nos mais novos: Não façam a bola chorar, o mais recente apelo de Álvaro Magalhães aos craques d’Os Indomáveis F.C., e Quem disse que namorar era simples?, o sétimo título da coleção O Mundo da Inês, da autora Sara de Almeida Leite.

Os Indomáveis F.C. - Não façam a bola chorar
Enquanto o campeonato não recomeça, o futebol não para em mais um título da coleção Os Indomáveis F.C., o décimo a chegar às livrarias.

Os Indomáveis F.C. conseguem, mais uma vez, alcançar a final da Super Liga. Depois de a terem perdido no ano anterior, não há margem para erro, e agora a missão é ainda mais difícil. Como se não bastasse, Ricardo envolveu-se numa missão secreta dos Invisíveis: resgatar Cristianinho, o filho de CR7, raptado no dia anterior ao jogo da nossa Seleção! Uma aventura incrível que ele nunca poderá contar a ninguém… ou deixará de ser um Invisível!

Os Indomáveis F.C. são treinados pelo incontornável Álvaro Magalhães, um dos mais destacados escritores portugueses de ficção infantojuvenil, que conta mais de 130 títulos publicados.

O Mundo da Inês - Quem disse que namorar era simples?
Quem disse que namorar era simples? é a questão colocada por quase todos os adolescentes que, tal como a Inês, dão os primeiros passos nesta nova fase.

As aventuras no Colégio do Roseiral continuam, e a chegada dos rapazes só veio tornar ainda mais atribulada e desafiante a vida desta adolescente. Pela primeira vez, Inês e as amigas vivem grandes momentos de tensão emocional, com a descoberta de sentimentos que, até agora, eram desconhecidos: a atração, o ciúme e até a insegurança, que pode trazer alguns dissabores.

Todos sabemos a importância que uma nova conquista representa na vida de um adolescente e a forma intensa como esta é sentida. Afinal, namorar é tudo… menos simples!

SOBRE OS LIVROS

Os Indomáveis F.C. - Não façam a bola chorar
Lês e esqueces que estás a ler.
Pensas que estás a jogar, a viver.

Os Indomáveis vão jogar a sua segunda final four da Super Liga. Da primeira vez, chegaram à final, mas perderam. Agora, espera-os uma missão ainda mais difícil. Pelo meio, o Ricardo envolve-se numa missão dos Invisíveis, uma organização secreta, e ajuda a resolver um caso bicudo: o rapto do Cristianinho, o filho do CR7, na véspera de um jogo da nossa Seleção. Que grande aventura! Só é pena não poder contar a ninguém, ou deixará de ser um Invisível.

Quem disse que namorar era simples?
A vida de Inês muda completamente quando ela passa a frequentar um colégio interno para raparigas, a partir do 7.º ano. A adaptação não é fácil, pois algumas colegas parecem empenhadas em dificultar-lhe a vida – incluindo as próprias primas. No entanto, Inês consegue integrar-se num grupo divertido, faz boas amizades e torna-se bastante popular...

No 2.º período do 8.º ano, começam os dramas sentimentais: Inês e as amigas vivem momentos de grande tensão emocional, à medida que se descobrem atrações e se geram ciúmes, por vezes causados por mal-entendidos. Conquistar e ser conquistado é algo que quase todos desejam, mas a insegurança torna tudo mais difícil… Afinal, quem acha que namorar é simples?

SOBRE OS AUTORES

Álvaro Magalhães
Nasceu no Porto, em 1951. A sua obra para crianças e jovens, que integra poesia, conto, ficção e textos dramáticos, repartindo-se por cerca de 130 títulos, caracteriza-se pela originalidade e invenção, quer na escolha dos temas quer no seu tratamento.
Foi várias vezes premiado pela Associação Portuguesa de Escritores e pelo Ministério da Cultura. Em 2002, O limpa-palavras e outros poemas foi integrado na Honour List do Prémio Hans Christian Andersen e, em 2004, Hipopóptimos – Uma história de amor foi distinguido com o Grande Prémio Calouste Gulbenkian. Várias das suas publicações integram o Plano Nacional de Leitura e constam do corpus das Metas Curriculares de Português.
Parte da sua obra (21 títulos) está publicada em Espanha, França, Brasil e Coreia do Sul.

Sara de Almeida Leite
É professora no ISEC Lisboa, onde também coordena a pós-graduação Arte de Contar Estórias. Desde 2008 que tem publicado livros e artigos sobre o bom uso da língua e sobre o ensino da literatura. Já ilustrou obras de literatura infantil e trabalhou como tradutora. É doutorada em Estudos Portugueses, na especialidade de Ensino do Português, e fez toda a sua formação académica na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde se estreou como professora em 1995.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK