2021-05-20

Amnistia, o regresso de Aravind Adiga

Quais as obrigações morais de alguém que não tem direitos legais?

Partilhar:

No dia 27 de maio, a Porto Editora publica Amnistia, o mais recente romance de Aravind Adiga, autor do premiado O Tigre Branco.

Em Amnistia, que considera ser "o seu romance mais pessoal", Adiga leva os seus leitores a viver o mais longo dia da vida de Danny. Na verdade, da vida de Dhananjaya Rajaratnam, imigrante cingalês que reside ilegalmente na Austrália. A sua condição empurra-o para as margens da sociedade de Sidney: procura a proteção de uma invisibilidade, ocultando o sotaque com maneirismos de linguagem e adotando regras de sobrevivência social que foi formulando ao longo de quatro anos.

Até à fatídica manhã de Amnistia. Ao descobrir que Radha – a dona da "Casa Número Cinco" – foi encontrada morta, Danny é colocado numa situação limite, ao saber que pode ter informação essencial para resolver este crime. Mas deverá Danny partilhar o que sabe e correr o risco de ser deportado ou quedar-se indiferente nas franjas do mundo?

Aravind Adiga traz a história de uma luta moral atemporal, que se reveste de particular urgência nos nossos dias. Que obrigações tem alguém que é invisível para a sociedade que o acolhe? E quais os custos da nossa consciência? Tenso e inteligente, Amnistia marca o esperado regresso deste autor, em plena posse dos seus poderes narrativos.

Foi já confirmado que este livro irá ser adaptado a filme pela Netflix. Ramin Bahrani, realizador de O Tigre Branco, volta a formar equipa com Aravind Adiga para esta nova incursão pela sétima arte.

SOBRE O LIVRO

Danny é um imigrante sem documentos que vive uma vida relativamente tranquila na Austrália.
Após ter-lhe sido negado o estatuto de refugiado, trabalha como empregado de limpeza e vive nos anexos de um supermercado. Uma manhã, descobre que uma das suas clientes foi assassinada.
Danny é confrontado com uma escolha terrível: denunciar o que sabe sobre um crime e correr o risco de ser deportado? Ou não dizer nada e deixar que não se faça justiça? Ao longo de um dia, avaliando o peso do seu passado e dos seus sonhos para o futuro, Danny vai lutar com a sua consciência e tentar decidir se uma pessoa sem direitos tem, apesar disso, responsabilidades.
Estimulante, perspicaz e inteligente, mas também pleno de magia, Amnistia fala-nos de uma luta moral atemporal. Uma história que ganha particular urgência nos dias de hoje.

SOBRE O AUTOR

Aravind Adiga nasceu em Madras (atual Chennai), em 1974. Cresceu em Mangalore, no Sul da Índia. Viveu parte da sua vida na Austrália e nos Estados Unidos, onde frequentou as universidades de Columbia e Oxford. Trabalhou para o New Yorker, o Sunday Times, o Financial Times, o Times of India, entre outros jornais. O seu primeiro romance, O Tigre Branco, foi distinguido com o Man Booker Prize em 2008 e recentemente adaptado para filme pela Netflix. Atualmente, é jornalista freelancer e vive em Mumbai, na Índia.