2021-11-10

A edição especial de a máquina de fazer espanhóis

Um dos romances mais aclamados de Valter Hugo Mãe recebe edição especial em grande formato e com ilustrações de dupla página do artista plástico Juan Domingues.

Partilhar:

No dia 11 de novembro, a Porto Editora faz chegar às livrarias de todo o país a edição especial de a máquina de fazer espanhóis, romance de Valter Hugo Mãe. Agora na sua 25.ª edição, justamente quando o autor comemora 25 anos de percurso literário, aquele que é um dos romances mais aclamados do autor é reeditado em grande formato e capa dura, com ilustrações do artista plástico Juan Domingues e um novo prefácio de Guilherme d’Oliveira Martins.

A vida de antónio silva, barbeiro reformado, é o modo de ilustrar os conceitos de família e solidão, amizade e compromisso. Surpreendente retrato da vida dos velhos, este livro fala intimamente dos fantasmas da portugalidade e da candura que, afinal, existe mesmo nos momentos mais tristes.



a máquina de fazer espanhóis valeu a Valter Hugo Mãe, em 2012, o Grande Prémio Portugal Telecom Melhor Livro do Ano - atual Grande Prémio Oceanos de Literatura – e também o Prémio Portugal Telecom Melhor Romance do Ano.





SOBRE O LIVRO

a máquina de fazer espanhóis é um dos mais importantes romances contemporâneos. Surpreendente retrato da vida dos velhos, este livro fala intimamente dos fantasmas da portugalidade e da candura que, afinal, existe mesmo nos momentos mais tristes. A vida de um barbeiro reformado é o modo de ilustrar os conceitos de família e solidão, amizade e compromisso.
Este é um livro delicadíssimo, corajoso e inesquecível.

SOBRE O AUTOR

É um dos mais destacados autores portugueses da atualidade. A sua obra está traduzida em variadíssimas línguas, merecendo um prestigiado acolhimento em muitos países. Com As doenças do Brasil completa 25 anos de edição e 50 anos de vida. Autor dos romances: Contra mim (Grande Prémio de Romance e Novela - Associação Portuguesa de Escritores); Homens imprudentemente poéticos; A Desumanização; O filho de mil homens; a máquina de fazer espanhóis (Prémio Oceanos); o apocalipse dos trabalhadores; o remorso de baltazar serapião (Prémio Literário José Saramago) e o nosso reino. Escreveu alguns livros para todas as idades, entre os quais: Contos de cães e maus lobos, O paraíso são os outros, As mais belas coisas do mundo e Serei sempre o teu abrigo. A sua poesia encontra-se reunida no volume publicação da mortalidade. Publica a crónica Autobiografia Imaginária, no Jornal de Letras, e Cidadania Impura, na Notícias Magazine. Com exceção da poesia, que tem chancela Assírio & Alvim, toda a sua obra está publicada pela Porto Editora.