Sorria! Estamos a falar de Matemática - A importância do exemplo

Já pensou na importância de tudo o que dizemos (e não dizemos) aos nossos filhos? Em relação à Matemática (e demais disciplinas), o que dizemos sobre ela, as nossas expressões faciais, como a encaramos e as memórias que nos traz podem influenciar a forma como eles próprios pensam e veem a disciplina. Por isso, a dica é mesmo: Sorria! Estamos a falar de Matemática.

Todos vivemos experiências boas e menos boas, e cabe-nos saber transmitir as melhores!

A lecionar Matemática há vários anos, recordo, com algum desconsolo, pais que, inadvertidamente, transferem para os filhos o desagrado pela Matemática, desculpando-os e até assumindo, à partida, o insucesso na indisciplina.

É importante evitar transmitir desagrado pelo mundo dos números e das incógnitas (mesmo que o sintam). É importante mostrar-lhes a relevância do raciocínio e das competências matemáticas no dia a dia. Mas como fazer com que a Matemática lhes sorria?

Confronte-os com situações em que tenham de pensar no preço a pagar, no dinheiro necessário e no troco a receber, na quantidade de ingredientes para a confeção de um bolo, nos metros cúbicos de água consumidos em casa, no tempo gasto no percurso de casa para a escola... Se um café custa 0,70 €, quanto pagaremos por dois cafés? E se pagarmos com uma moeda de 2 €, que troco receberemos? A receita do bolo de aniversário dá para quatro pessoas, mas os convidados são 10. Qual é a quantidade de ingredientes a utilizar?

Se precisarem de um papel e de lápis para pensar, deixe-os usar. O importante não é a rapidez da resposta, mas a resposta!

Sempre que algo não lhes correr bem à primeira (aos filhos ou mesmo aos pais), é importante explicar que a Matemática é como aprender a andar de bicicleta, apertar os atacadores, fazer a cama... é necessário tentar, tentar, cair, voltar a tentar, primeiro mais devagar e, mais tarde, já mais autónomos... mas sempre sem desistir, sem desanimar. Amanhã será melhor, porque o erro faz parte da aprendizagem. Com a Matemática é exatamente assim!

Ser persistente e paciente são duas competências muito importantes na Matemática e que estão ao alcance de todos os pais promover.

E a dica é a mesma:

Sorria! Estamos a falar de Matemática.

Mãe (de uma adolescente e um pré-adolescente) e professora de Matemática, licenciada pela FCUP.

Criadora do blogue Inês Cruz Blog, um projeto destinado às famílias, às escolas e aos alunos, onde procura transmitir aos pais, educadores e alunos, presentes nas palestras, que a Matemática é bem mais do que os conteúdos transmitidos na sala de aula e que está ao alcance de todas as famílias desenvolver competências matemáticas que farão diferença na vida dos mais novos.