Dia Internacional da Terra
Regina Gouveia
Dia Internacional da Terra

Em 12 de abril de 1961, o jovem cosmonauta russo Yuri Gagarin (1934-1968), a bordo da nave Vostok-1, foi o primeiro humano a viajar pelo Espaço. A missão, uma volta em torno da Terra numa órbita a 315 km de altitude, durou 1 hora e 48 minutos. Comentou, fascinado: "A Terra é azul!".
A partir desta primeira missão espacial, muitas outras se têm sucedido.

Em 1990, a pedido do astrofísico e escritor Carl Sagan, a sonda Voyager 1 foi programada para obter várias fotografias do Sistema Solar. Uma delas mostra a Terra vista à distância de 6 mil milhões de km (ver aqui).

A propósito da referida foto Carl Sagan escreveu:
        A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. (...) é um
        espécime solitário na grande e envolvente escuridão cósmica (...) um pálido
        ponto azul. (...) Gostemos ou não, por enquanto, a Terra é o único lugar
        onde podemos viver (...)

Carl Sagan

Para além de ser o nosso lar, o nosso planeta é extremamente belo.
        Quem nunca se extasiou perante a beleza de um pôr do sol? Gosto muito
        do pôr do sol. Vamos ver um... Um dia eu vi o pôr do sol quarenta e três vezes!


Antoine de Saint-Exupéry, O Principezinho

Para além da beleza do pôr do sol, dos glaciares, do céu, do arco-íris, temos uma natureza pródiga na sua diversidade animal, vegetal e mineral, em montes e planícies, em rios e mares... Somos uns privilegiados.

Daí a nossa grande responsabilidade de preservar e estimar o único lar que conhecemos, este pálido ponto azul.

No dia 22 de abril de 1970, foi criado, pelo senador norte-americano Gaylord Nelson o Dia da Terra. Foi reconhecido pela ONU em 2009 que instituiu o referido dia como o Dia Internacional da Terra.

O objetivo principal deste dia é consciencializar todos os povos sobre a importância e a necessidade de conservar os recursos naturais do planeta e defender a harmonia entre todos os seres vivos. Só assim será possível assegurar às gerações presentes e futuras qualidade de vida ambiental, social, económica, cultural, estética.


Regina Gouveia - licenciada em Físico-Químicas, mestre em Supervisão e professora do Ensino Secundário aposentada, tendo colaborado vários anos com o Ensino Superior. Em 2005 foi agraciada com a comenda da Ordem da Instrução Pública e recebeu o prémio Rómulo de Carvalho. É autora de vários textos para o público infantojuvenil, alguns deles recomendados no PNL, em que interliga poesia e ciência.

 

A minha criancinha vai mudar de escola. E agora?
Armanda Zenhas
jun 2017
Dia do Autor Português
Isabel Ricardo
mai 2017
Saúde oral na infância
Pedro Santos
mar 2017
Carnaval
Carla Cadinha
fev 2017
2017- Aceitamos este desafio?
Joana Sucena
jan 2017
Back to Top