Vinte e cinco poemas à hora do almoço

Vinte e cinco poemas à hora do almoço

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
ISBN: 978-972-37-0387-0
Edição/reimpressão: 12-1995
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78988
ver detalhes do produto
12,20€ I
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
12,20€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I EM STOCK

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Para ler depois do jantar
Licínia Girão | 2021-05-15
Descrever a vida é descrever a essência da alma humana. É procurar descortinar os abismos que nos fazem percorrer a (in)consciência que nos transporta para a noites sem forma ou dias de infinita grandeza. "Depois outra página"!
A não perder
João | 2017-12-02
Frank O'Hara é um daqueles autores em que é praticamente pecado não ser traduzido para português. E ainda que a tradução de poesia seja difícil pelos mais variados motivos, esta é uma obra de leitura obrigatória.

DETALHES DO PRODUTO

Vinte e cinco poemas à hora do almoço
ISBN: 978-972-37-0387-0
Edição/reimpressão: 12-1995
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78988
Idioma: Português
Dimensões: 142 x 203 x 7 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 120
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Poesia

sobre Frank O'Hara

Nasceu a 27 de junho de 1926 em Baltimore. A partir de 1927, viveu em Grafton, Massachussets. Entre 1944 e 1946 cumpre serviço militar no cruzador USS Nicholas e, nos quatro anos seguintes estuda em Harvard, de início música e depois inglês. Publica poemas no "Harvard Advocate".
Em 1951, forma-se na Universidade de Michigan. O Poet’s Theatre, em Cambridge, encena as suas peças "Try! Try!" e "Change Your Bedding". Emprega-se no Museum of Modern Art de Nova Iorque. O seu primeiro livro de poesia, "A City Winter and Other Poems", é publicado em 1952. Entre 1957 e 1959 publica "Meditations in an Emergency, Stones" (litografias em colaboração com Larry Rivers); "Love's Labour: an Eclogue" é encenada pelo Living Theatre, que em 1960 produziria "Awake in Spain"; nesse ano publica "Odes" com serigrafia de Mike Goldberg e é nomeado Conservador Assistente das Exposições de Pintura e Escultura do Museu de Arte Moderna. É editor da revista "Kulchur" e colabora com Al Leslie no filme "The Last Clean Shirt". "Lynch Poems" é publicado em 1964. No mesmo ano o Writer's Stage Theatre produz "The General Returns from One Place to Another". "Love Poems" é publicado em 1965; "Robert Motherwell" é editado pelo Museum of Modern Art e colabora no filme "Philosophy in the Bedroom", de Al Leslie.
No dia 25 de julho de 1966 morre em resultado de um acidente de automóvel. Está sepultado no cemitério Springs, perto de East Hampton.
Ver Mais

Conheça as nossas novidades

Seja o primeiro a conhecer os livros que acabaram de chegar, notícias sobre autores, conteúdo exclusivo e muito mais!

Conheça as nossas novidades

Seja o primeiro a conhecer os livros que acabaram de chegar, notícias sobre autores, conteúdo exclusivo e muito mais!