Uma Menina Está Perdida no Seu Século à Procura do Pai

Uma Menina Está Perdida no Seu Século à Procura do Pai

avaliação dos leitores (3 comentários)
(3 comentários)
Formatos disponiveis
15,50€
10,85€
-40%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-40%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
15,50€
10,85€
COMPRAR
I30% DE DESCONTO IMEDIATO + 10% EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Hanna e Marius, Berlim, Século XX.

Marius encontra uma menina perdida à procura do pai. Hanna, rapariga, cabelos castanhos, olhos pretos, catorze anos. Hanna fala com dificuldades, entende mal o que lhe acontece, não percebe o raciocínio dos outros. Está perdida.

Marius está com pressa mas muda o seu percurso, acompanha-a.

A sua busca leva-os até Berlim, a um hotel com corredores que lembram fantasmas da guerra — e os dois circulam entre as obsessões e os escombros do seu século.

"- E vocês? De onde vêm?
Tentei explicar-lhe que não era um homem falador. Gosto de ouvir, disse-lhe, não tenho muito para dizer.
Ele perguntou, virado para Hanna:
- Como te chamas?
Hanna respondeu. Ele não percebeu. Hanna repetiu, ele continuou sem perceber. Eu repeti:
- Chama-se Hanna.
- Hanna - disse Fried. - Bom.
- Que idade tens?
- Catorze - respondeu, e agora percebeu-se.
Fried sorriu para ela, simpaticamente. Ela disse:
- Olhos: pretos. Cabelo: castanho.
Eu disse: - Ela aprendeu assim.
Depois ela disse:
- Estou à procura do meu pai.
Fried sorriu, não disse nada."
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

Uma Menina Está Perdida... é, por isso, um daqueles romances que se podiam quase dividir em contos. Não é o desfecho da história que interessa, mas sim as histórias mais pequenas contidas no livro. Mas é este artifício, este fio narrativo que liga todos os episódios, que o torna uma obra maior.
Gonçalo Mira, Ípsilon (Público)
«Mesmo quando parecem fechados na sua concepção quase programática, os romances de Gonçalo Tavares são diálogos com as palavras e as imagens de um século depois do qual não se pode escrever como se nada tivesse acontecido.»
Pedro Mexia, Expresso
«Ao longo da sua curiosa viagem, Marius e Hanna (ou Hannah…) encontrarão vários insólitos personagens, como um fotógrafo que coleciona fotos de animais e pessoas com deficiências, uma família que cola cartazes em todo o mundo com o intuito de despertar as mentes de todos, dois proprietários de um hotel que deram nomes de campos de concentração aos quartos, um antiquário que adora inventar histórias, os sete "Séculos XX", etc. A pluralidade de personagens criada por Gonçalo M. Tavares é realmente deslumbrante, impossível não nos agarrarmos a eles, cada um com a sua história particular, muitas marcadas pela Grande Guerra.»
Diário Digital

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

O que procuramos?
Alexandrina Ribeiro |02.01.2015
Mais um livro soberbamente escrito por um autor que nos interpela sempre a questionarmos a forma como a humanidade se construiu ao longo dos tempos e a olharmos os que nos rodeiam, respeitando as suas diferenças e individualidade. A procura da “menina” conduz a muitos encontros e desencontros e leva-nos a reflectir sobre qual o papel e participação que queremos ter no mundo.
A incomodidade
Claudino Moura |14.12.2014
A exemplo de "Aprender a Rezar na Era da Técnica", este é mais um belíssimo horrível romance de Gonçalo M. Tavares, que nos deixa desconfortáveis depois de o ler. A intenção do autor será mesmo essa: que este livro deixe marca e nos obrigue a sentir e pensar, e não seja apenas mais uma história lida.

DETALHES DO PRODUTO

Uma Menina Está Perdida no Seu Século à Procura do Pai
ISBN:978-972-0-04698-7
Edição/reimpressão:11-2016
Editor:Porto Editora, S.A.
Código:04698
Idioma:Português
Dimensões:152 x 235 x 18 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:200
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance
Gonçalo M. Tavares nasceu em 1970. Desde 2001 publicou livros em diferentes géneros literários e está a ser traduzido em mais de 50 países.
Os seus livros receberam vários prémios em Portugal e no estrangeiro. Com Aprender a rezar na Era da Técnica recebeu o Prix du Meuilleur Livre Étranger 2010 (França), prémio atribuído antes a Robert Musil, Orhan Pamuk, John Updike, Philip Roth, Gabriel García Márquez, Salman Rushdie, Elias Canetti, entre outros.
Alguns outros prémios internacionais: Prémio Portugal Telecom 2007 e 2011 (Brasil), Prémio Internazionale Trieste 2008 (Itália), Prémio Belgrado 2009 (Sérvia), Grand Prix Littéraire du Web – Culture 2010 (França), Prix Littéraire Européen 2011 (França). Foi também por diferentes vezes finalista do Prix Médicis e Prix Femina. Uma Viagem à Índia recebeu, entre outros, o Grande Prémio de Romance e Novela APE 2011. Os seus livros deram origem, em diferentes países, a peças de teatro, dança, peças radiofónicas, curtas-metragens e objetos de artes plásticas, dança, vídeos de arte, ópera, performances, projectos de arquitectura, teses académicas, etc.
Ver Mais

DO MESMO AUTOR

Princesas, Príncipes, Fadas e Piratas com Problemas
10%

Princesas, Príncipes, Fadas e Piratas com Problemas

de Ana Cristina Leonardo, Ana Luísa Amaral, Gonçalo M. Tavares, João Pedro Mésseder, Rita Saldanha, Rui Zink

12,96€

14,40€

Contos de Vampiros

de Ana Paula Tavares, Gonçalo M. Tavares, Hélia Correia, João Tordo, Jorge Reis-Sá, José Eduardo Agualusa, Miguel Esteves Cardoso, Rui Zink, Susana Caldeira Cabaço

12,96€

14,40€

QUEM COMPROU TAMBÉM COMPROU

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK