Uma ideia de felicidade

Uma ideia de felicidade

Luis Sepúlveda, Carlo Petrini
avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
Formatos disponiveis
14,40€
12,96€
-20%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-20%
24H
EM
STOCK
14,40€
12,96€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO IMEDIATO + 10% EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato

SINOPSE

Mais ou menos meio segundo. É o tempo que um motor de busca demora a devolver-nos uma resposta - cerca de cento e trinta mil ocorrências (em português) ao pesquisarmos «uma ideia de felicidade».

E, no entanto, a busca da felicidade não é, de todo, imediata. Alcançá-la é uma tarefa morosa, pausada, lenta. Quase tão lenta como a marcha de um caracol…

Carlo Petrini, o fundador do movimento Slow Food, parte dessa mesma ideia para propor a Luis Sepúlveda, autor do livro História de um Caracol que Descobriu a Importância da Lentidão, uma conversa tranquila onde se interligam memórias, experiências e reflexões sobre o que é a felicidade e como conquistá-la...

De um extremo ao outro da Terra, por entre histórias de grandes líderes e de heróis do quotidiano - e, posteriormente, como guias das suas próprias ideias-base para uma vida feliz - Petrini e Sepúlveda orientam-nos numa busca pelo direito ao prazer que é hoje o mais revolucionário, democrático e necessário dos objetivos do Homem.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«Luis Sepúlveda e Carlo Petrini abordam temas pertinentes numa conversa que alterna entre a política, a literatura e a gastronomia, guiando-nos ao direito fundamental ao prazer alcançado com a mesma lentidão e sabedoria dos caracóis.»
IBS.it
A tese básica [deste livro] é que temos de trazer a comida, e formas diferentes de a consumir, para o centro das nossas vidas. E que comer melhor é um direito […] de todos os habitantes do planeta.
L’Espresso, La Repubblica
«[…] Até mesmo a felicidade se tornou uma coisa rara, quase tabu, sufocada pelas crises económicas, políticas e morais. É preciso coragem para falar sobre ela.» «[...] O grande escritor chileno e o "pai" do Slow Food têm em comum o valor do tempo, a necessidade da poesia e a consciência como guia para cada ação.»
Raffaella Caprinali
Um hino à vida, para conquistar o direto de desfrutar de sua própria existência, saboreando cada momento com prazer, lentamente.
www.recensionelibro.it

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Opiniões que nos fazem questionar
Pedro Vieira |28.07.2015
Um livro fruto de um pensamento mais demorado sobre o mundo, das suas origens até ao seu futuro, em que os autores dizem coisas que nos deixam a pensar sobre os nossos conceitos adquiridos e estáticos. Com alguma componente ideológica e política e com o fruto das suas experiências muito íntimas e pessoais de vida como pano de fundo, os autores vão-nos apresentando a sua visão de temas tão actuais quanto imtemporais... Para quem gosta de pensar e de se questionar é uma óptima escolha de leitura.
Textos muito actuais e fabulosos
Rui Madeira |14.12.2014
Comentários da actualidade feitos por dois autores quer fazem com que fiquemos a pensar sobre variados assuntos entre os quais a "Slow Food"....

DETALHES DO PRODUTO

Uma ideia de felicidade
de Luis Sepúlveda, Carlo Petrini
ISBN:978-972-0-04703-8
Edição/reimpressão:01-2015
Editor:Porto Editora, S.A.
Código:04703
Idioma:Português
Dimensões:130 x 198 x 10 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:120
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Ensaios
Luis Sepúlveda nasceu em Ovalle, no Chile, em 1949. Da sua vasta obra (toda ela traduzida em Portugal), destacam-se os romances O Velho que Lia Romances de Amor e História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar. Mas Mundo do Fim do Mundo, Patagónia Express, Encontros de Amor num País em Guerra, Diário de um Killer Sentimental ou A Sombra do que Fomos (Prémio Primavera de Romance em 2009), por exemplo, conquistaram também, em todo o mundo, a admiração de milhões de leitores. Em 2016, recebeu o Prémio Eduardo Lourenço.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK