Se os Bichos se Vestissem como Gente

Se os Bichos se Vestissem como Gente

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
ISBN:978-972-0-72859-3
Edição/reimpressão:07-2016
Editor:Porto Editora
Código:72859
ver detalhes do produto
13,30€
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
13,30€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio 24H

SINOPSE

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para Educação Pré-Escolar.

Se os bichos se vestissem como gente…
Quantos sapatos calçaria uma centopeia? Em qual dos braços o polvo usaria o seu relógio? E a vaca, deveria sair à rua de soutien?
Seria prático? Era divertido, certamente!
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Divertido
Cristina Ferraz |2017-07-20
Um livro divertido que pode ser trabalho com crianças de diferentes faixas etarias! Motivador e "puxa" pela criatividade e imaginação das crianças.

DETALHES DO PRODUTO

Se os Bichos se Vestissem como Gente
ISBN:978-972-0-72859-3
Edição/reimpressão:07-2016
Editor:Porto Editora
Código:72859
Idioma:Português
Dimensões:220 x 292 x 8 mm
Encadernação:Capa dura
Páginas:24
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Infantis e Juvenis > Livros de Referência > Plano Nacional de Leitura > Pré-escolar
Luísa Ducla Soares nasceu em Lisboa a 20 de julho de 1939. É licenciada em Filologia Germânica pela Universidade Clássica de Lisboa. Dedicada especialmente à literatura para crianças e jovens, em prosa e poesia, publicou mais de uma centena de obras neste domínio. Muitos dos seus poemas foram musicados, tendo sido editados em diversos CD.
Desenvolve regularmente ações de incentivo à leitura junto de escolas e bibliotecas. Participa frequentemente em colóquios e encontros, apresentando conferências e comunicações sobre problemáticas relacionadas com os jovens e a leitura e sobre literatura para os mais novos.
Recusou, por motivos políticos, o Grande Prémio de Literatura Infantil com que o Serviço Nacional de Informação pretendeu distinguir o seu livro História da Papoila, em 1973. Recebeu o Prémio Calouste Gulbenkian para o melhor livro do biénio 1984-1985 por Seis Histórias às Avessas e foi galardoada com o Grande Prémio Calouste Gulbenkian pelo conjunto da sua obra, em 1996. Foi candidata de Portugal ao Prémio Andersen.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK