Picasso & Van Gogh - O amor não é para gatos

Álvaro Magalhães; Ilustração: Carlos J. Campos
avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
ISBN: 978-972-0-72743-5
Edição/reimpressão: 06-2014
Editor: Porto Editora
Código: 72743
ver detalhes do produto
12,00€ I
-10%
COMPRAR
-10%
12,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Envio até 48 horas

SINOPSE

Picasso & Van Gogh, gato e cão, vivem em casa de uma pintora e nem se dão mal. Van Gogh é um cão ingénuo e generoso e Picasso um gato gordo e pachorrento, que sonha com uma vida sossegada, sem ontem nem amanhã. Mas isso era se não houvesse no mundo tantos Duas Patas (somos nós, as pessoas). Mas há.

O vizinho do lado, quando cai a noite, transforma-se num lobisomem, garante Van Gogh, que se recusa a dormir no jardim. E Picasso? Tem outro problema: apaixonou-se pela fotografia da gata dos anúncios de comida para gatos e, agora, acaba de a conhecer. O amor não é para gatos. Mas será mesmo assim?
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

"O amor não é para gatos"
Ana Gonçalves | 2019-04-28
Picasso ensina-nos que o amor é algo que é preciso alimentar e é difícil de gerir! Nada melhor do que vivê-lo sonhando e navegando na imaginação para que não haja desilusões!
Publicidade enganosa???
Carlos Bolacha | 2019-03-13
Claro que o amor também é para gatos, mas gatos como humanos por vezes sonham e depois... há que ler o livro. Picasso & Van Gogh - O amor não é para gatos"

DETALHES DO PRODUTO

Picasso & Van Gogh - O amor não é para gatos
ISBN: 978-972-0-72743-5
Edição/reimpressão: 06-2014
Editor: Porto Editora
Código: 72743
Idioma: Português
Dimensões: 175 x 212 x 9 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 48
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Infantis e Juvenis > Livros Infantis de Ficção > Infantil (6 a 10 anos)
Álvaro Magalhães nasceu no Porto, em 1951, e publicou o seu primeiro livro em 1982.
A sua obra para crianças e jovens, que integra poesia, conto, ficção e textos dramáticos, repartindo-se por mais de 120 títulos, caracteriza-se pela originalidade e invenção, quer na escolha dos temas quer no seu tratamento.
Foi várias vezes premiado pela Associação Portuguesa de Escritores e Ministério da Cultura. Em 2002, O limpa-palavras e outros poemas foi integrado na Honour List do Prémio Hans Christian Andersen, em 2004, Hipopóptimos – Uma história de amor foi distinguido com o Grande Prémio Calouste Gulbenkian e, em 2014, O senhor Pina recebeu o prémio Autores, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores ao melhor livro infantojuvenil publicado nesse ano.
Várias das suas publicações integram o Plano Nacional de Leitura e constam do corpus das Metas Curriculares de Português.
Parte da sua obra está publicada em Espanha, França, Brasil, Coreia do Sul e Itália.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK