Os piores contos dos irmãos Grim

Os piores contos dos irmãos Grim

Luis Sepúlveda, Mario Delgado Aparaín
Formatos disponiveis
12,96€
14,40€
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
12,96€
14,40€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO IMEDIATO
IEm stock - Envio 24H

SINOPSE

Os Irmãos Grim - gémeos, na realidade - terão sido dois tipos que passaram pelo Chile e pelo Uruguai sem que das suas vidas e obras ficassem mais do que retalhos aleatórios, num todo confuso e até boateiro, que os reduziu aos seus piores contos. Por sorte, para os amantes das sagas gauchescas e da poesia a cavalo, Luis Sepúlveda e Mario Delgado Aparaín conseguiram assinar a tempo esta crónica que retrata as misteriosas origens e a efémera passagem pelas terras do Sul do mundo dos gémeos Grim, trovadores crioulos, músicos iconoclastas, poetas autodidatas e cantores de uma realidade que, devido à escassa transcendência do seu legado, continua hoje a ser um mistério que subjuga os viajantes.


Escrito a quatro mãos por dois eternos payadores, estamos perante um romance delirante e inclassificável, repleto de humor, um atentado à seriedade dos leitores mas, ao mesmo tempo, também um retrato precioso dos costumes sul-americanos no início do século XX. Obra tão séria que, assim esperam os seus autores, só pode levar o infeliz leitor a desfazer-se às gargalhadas.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Os piores contos dos irmãos Grim
de Luis Sepúlveda, Mario Delgado Aparaín
ISBN:978-972-0-03080-1
Edição/reimpressão:03-2018
Editor:Porto Editora
Código:03080
Idioma:Português
Dimensões:130 x 198 x 16 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:208
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Contos

sobre os autores

Luis Sepúlveda nasceu em Ovalle, no Chile, em 1949. Da sua vasta obra (toda ela traduzida em Portugal), destacam-se os romances O Velho que Lia Romances de Amor e História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar. Mas Mundo do Fim do Mundo, Patagónia Express, Encontros de Amor num País em Guerra, Diário de um Killer Sentimental ou A Sombra do que Fomos (Prémio Primavera de Romance em 2009), por exemplo, conquistaram também, em todo o mundo, a admiração de milhões de leitores. Em 2016, recebeu o Prémio Eduardo Lourenço.
Ver Mais
Mario Delgado Aparaín
Mario Delgado Aparaín nasceu em Florida, no Uruguai, em 1949. Escritor, professor e jornalista. Autor de três livros de contos, Las llaves de Francia (1981), Causa de buena muerte (1982) e La leyenda del Fabulosísimo Cappi y otras historias (Alfaguara, 1999); e de cinco romances, Estado de gracia (1983), El día del cometa (1985), A balada de Johnny Sosa (1987), Por mandato de madre (Alfaguara, 1996) e Alívio de luto (Alfaguara, 1998). O livro A balada de Johnny Sosa ganhou o Prémio Municipal de Literatura em 1988. Foi editado em Espanha e traduzido no Brasil, Holanda, França, Itália, Alemanha, Portugal e Grécia.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK