Malavita

Malavita

Tonino Benacquista
Formatos disponiveis
18,80€
16,92€
-20%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-20%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
18,80€
16,92€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO IMEDIATO + 10% EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

«Os Blake acabam de se mudar para uma pequena cidade da Normandia. Fred é um historiador que investiga as aterragens dos Aliados, Maggie faz trabalho de voluntariado numa associação de caridade e os filhos adolescentes mal podem esperar por conhecer outros jovens no liceu local. Ou, pelo menos, assim parece…
Na verdade, Fred é Giovanni Mazoni, um antigo mafioso que o FBI transferiu da Nova Jérsia para França. Tem a cabeça a prémio, mas nem ele nem a família conseguem evitar chamar as atenções sobre si próprios (imaginem os Sopranos na província francesa…). E quando o chefe da Máfia, Don Mimino, descobre o seu paradeiro, o caos é total. Porque, embora se possa afastar o homem da Máfia, é impossível afastar a Máfia do homem.»
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Malavita
de Tonino Benacquista
ISBN:978-989-676-102-8
Edição/reimpressão:10-2013
Editor:Porto Editora, S.A.
Código:07216
Idioma:Português
Dimensões:152 x 235 x 19 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:272
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance

sobre Tonino Benacquista

Tonino Benacquista

Tonino Benacquista nasceu a 1 de Setembro de 1961 em Choisy-le-Roi, filho de emigrantes italianos. Durante a adolescência descobre os grandes autores do policial americano, de Raymond Chandler a Jim Thompson. Para um fã da série «Incorruptíveis» não poderia haver melhor iniciação ao mundo da linguagem ficcional. Mas é ainda jovem que Benacquista passa da leitura à escrita da ficção, praticada na máquina de escrever das irmãs quando elas lha podem dispensar, nos intervalos dos seus próprios trabalhos. A sua primeira tentativa de romance saiu da famosa máquina numa altura em que Benacquista supostamente ocupava o seu tempo a estudar para os exames finais do secundário. A rejeição do primeiro original serviu apenas para o encorajar. A sua criatividade esteve desde então associada a argumentos de BD, histórias para televisão e vários romances policiais, entre outras obras mais fáceis de arrumar numa tradição literária mais «respeitável», umas e outras entre as mais populares e bem vendidas dos últimos anos na sua e noutras línguas.

Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK