A Arte de Matar Dragões

A Arte de Matar Dragões

Prémio Felipe Trigo de Novela
Código:04170
Edição/reimpressão:04-2009
Editor:Porto Editora
ISBN:978-972-0-04170-8
ver detalhes do produto
5,00€
-10%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
24H
EM
STOCK
5,00€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato

SINOPSE

A Arte de Matar Dragões não é apenas um romance de mistério sobre traficantes de arte e ajustes de contas na Espanha do pós-guerra. É também a história de um amor impossível, e um relato iniciático onde o quadro de um anónimo pintor italiano parece ocultar um segredo que se sobrepõe à razão e à história, preservando o espírito da cavalaria medieval através dos séculos num país dominado pela crueldade e pelo ódio.

Pouco depois do fim da guerra civil, os serviços secretos do Alto Estado-Maior franquista recebem a missão de localizar A Arte de Matar Dragões, um quadro desaparecido durante a transferência do espólio do Museu do Prado para o estrangeiro ordenada pelos republicanos. A ordem vem do próprio Serrano Suñer, cunhado do ditador, e caberá a Arturo ¿ um agente de passado obscuro e duvidosas convicções políticas ¿ investigar o desconcertante périplo da obra.

A Arte de Matar Dragões foi galardoado com o Prémio Felipe Trigo de Novela, revelando o seu autor, Ignacio del Valle, como uma das vozes mais originais e marcantes da narrativa espanhola recente.

Este é o segundo romance do autor a ser traduzido para a língua portuguesa. O primeiro foi O Tempo dos Imperadores Estranhos (Porto Editora, 2008), distinguido com o Premio de la Crítica de Asturias, o Premio Libro con Huella e a menção especial do Premio Dashiell Hammett.

Já na 2ª edição.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

A Arte de Matar Dragões
Edição/reimpressão:04-2009
Editor:Porto Editora
Dimensões:151 x 233 x 21 mm
Encardenação:Capa mole
Páginas:328
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance
Ignacio del Valle faz parte da nova e talentosa geração de escritores espanhóis. Natural de Oviedo (1971), atualmente reside em Madrid. Além do Os Demónios de Berlim (Prémio da Crítica de Asturias 2010), já publicou outros cinco romances, todos galardoados com importantes prémios e traduzidos em italiano, francês, polaco e português.
Também conta com mais de quarenta prémios de relato a nível nacional.
Colabora regularmente com os jornais diários El Comercio e Panamá América, bem como nos suplementos Culturas, ABC.es, Culturamas, El Viajero (do jornal diário El País).
Em Portugal, tem três obras publicadas pela Porto Editora: O Tempo dos Imperadores Estranhos (Prémio de la Crítica de Asturias 2007, menção especial Premio Dashiell Hammett 2007, Prémio Libros con Huella 2006), A Arte de Matar Dragões (Prémio Felipe Trigo) e Os Demónios de Berlim.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK