2020-10-08

Viva a Vagina! revela as maravilhas e os mistérios do sexo feminino

Porto Editora publica fenómeno internacional que explica tudo o que sempre quis saber sobre os órgãos genitais femininos, mas que nunca se atreveu a perguntar!

Partilhar:

Pensa que conhece o corpo feminino? Pense de novo! Nina Brochmann e Ellen Støkken Dahl eram estudantes de Medicina em Oslo, na Noruega, quando criaram o blogue Underlivet (Os Genitais), que rapidamente se tornou um dos blogues de saúde mais populares do país e que ia ao encontro de uma frustração das próprias autoras: responder a milhares de perguntas sobre aspetos essenciais do corpo humano, em particular o feminino. Este projeto, agora transposto para livro, tinha como objetivo revelar a verdade sobre mitos, esclarecer erros e contribuir para uma vida sexual saudável e feliz.

O livro estará disponível nas livrarias a 8 de outubro.

Em Viva a Vagina! pode descobrir toda a verdade sobre orgasmos femininos, a dança mensal das hormonas (e a infame TPM) e o que é exatamente a vulva. De forma direta e bem-humorada, este livro oferece-nos também explicações detalhadas sobre diferentes métodos contracetivos, doenças venéreas ou até de que forma o uso de meias pode revolucionar a sua vida sexual como nunca imaginou ser possível.

Este livro nasceu após o sucesso de um vídeo no YouTube, com mais de 7 milhões de visualizações, a que se seguiu uma TedTalk assistida por mais de 2 milhões de pessoas e transcrita para 24 línguas. Depois disso, no dicionário, a palavra norueguesa para «hímen» foi alterada, de jomfruhinne (membrana da virgindade) para skjedekrans (orla vaginal). Com direitos de tradução vendidos para 35 países, e mais de 500 mil exemplares vendidos, o livro já foi tema de capa de grandes revistas internacionais, sendo considerado o homólogo de A Vida Secreta dos Intestinos, aplicado aos órgãos genitais femininos. A primeira edição norueguesa esgotou em apenas 3 dias.

CRÍTICAS

«Obrigatório para todas as mulheres e todos os profissionais de saúde que trabalham com mulheres.»
Library Journal

«Uma ampla introdução a esta gloriosa parte do corpo… A escrita envolvente, as imagens apelativas e a solidez das informações tornam esta uma leitura essencial.»
BUST

«Viva a Vagina! fará pela vagina o mesmo que o livro de Guilia Enders fez pelo nosso sistema digestivo há uns anos.»
Stylist

«Este novo guia deve estar nas estantes de todas as mulheres.»
Emerald Street

«O sucesso de Viva a Vagina! reside no facto de que as suas autoras o terem escrito tendo em conta casos reais e problemas que afetam muitos tipos diferentes de mulheres… […] Mas o que Nina Brochmann e Ellen Støkken Dahl fizeram tem ainda mais mérito, pois conseguiram revelar mais verdades e gerar mais confiança do que muitos dos nossos médicos de família ou ginecologistas […], tornando este um livro essencial.»
Playground

«Numa linguagem objetiva, leve, compreensível, cativante, encorajadora e engraçada, Dahl e Brochmann desfazem mito após mito. Este livro é simplesmente brilhante.»
Fedrelandsvennen

«Uma coisa é a investigação e os dados científicos, outra é despertar o interesse do público: as autoras alcançam ambos os objetivos.»
Morgenbladet

SOBRE AS AUTORAS

Formadas em Medicina, Nina Brochmann e Ellen Støkken Dahl desmistificam o órgão sexual e reprodutivo feminino num livro que é uma leitura obrigatória para mulheres (e homens!) de todas as idades.

«Queríamos transmitir às mulheres e raparigas um sentimento de orgulho e deslumbramento pelos seus corpos incríveis. O nosso objetivo era proporcionar informação médica sólida, baseada em investigação, escrita de forma acessível e divertida. Sem moralismos, sem vergonhas – apenas um recurso honesto e fiável», confessam as autoras no prefácio deste guia.
«É fantástico – e ligeiramente assustador – saber que o nosso primeiro livro está a chegar a tantas pessoas, e estamos muito felizes por perceber que mulheres e raparigas em todos os cantos do mundo poderão ler aquilo que temos para dizer, porque acreditamos firmemente na importância de uma boa saúde sexual. Por outro lado, isso também nos entristece. O interesse pelo nosso livro só vem provar que a informação existente sobre o tema é escassa. Significa que há mulheres em todo o mundo com perguntas sérias para fazer e poucas fontes de informação às quais recorrer», avisam igualmente.

 

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK