2020-07-02

O regresso de Ouvir, 59 minutos de imersão poética com Adolfo Luxúria Canibal

No dia 7 de julho, às 22:00, no Pátio do Museu da História Natural e da Ciência da U.Porto

Partilhar:

No próximo dia 7 de julho, às 22:00, o Pátio do Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto (Reitoria da Universidade do Porto, ao Jardim da Cordoaria) recebe o regresso do ciclo Ouvir, 59 minutos de imersão poética. Adolfo Luxúria Canibal, fundador e vocalista dos Mão Morta, é o protagonista desta primeira sessão pós-desconfinamento.


Voz incontornável da música portuguesa, a poesia e rastilho de contracultura de Adolfo Luxúria Canibal estão reunidos no volume No rasto dos duendes eléctricos (Poesia 1978 – 2018), antologia publicada pela Porto Editora na coleção elogio da sombra, e cujos poemas se fazem ouvir nesta sessão. Sem instrumentação e sem a carga sonora que tornam os Mão Morta inconfundíveis, esta é uma oportunidade única para mergulhar na poesia de Adolfo Luxúria Canibal, num Ouvir integrado no ciclo Noites no Pátio do Museu.

Para garantir o bem-estar e a saúde dos participantes, todas as medidas de segurança foram asseguradas, incluindo a diminuição da lotação do espaço e a obrigatoriedade de reserva de bilhete (gratuito). A higienização das mãos e a desinfeção do calçado será também obrigatória e o distanciamento físico entre lugares estará também garantido.

Em Ouvir, 59 minutos de imersão poética pede-se aos participantes que assumam a condição de viajantes num rio sonoro, privilegiando a audição como sentido crítico. O pátio do Museu transforma-se numa câmara de reverberação de versos, palavras, poemas. O desafio ao público é o da exploração do som, desligando-se e despojando-se de quase todos os sentidos para permitir o estreitamento do foco apenas na audição. Sentados ou deitados em almofadas, o início da viagem é marcado por uma narrativa sonora inspirada no universo do autor convidado e elaborada por estudantes do Mestrado em Multimédia da Faculdade de Engenharia da U.Porto. Com a atmosfera criada por esta introdução, segue-se a audição de uma gravação de poemas do protagonista da sessão.

Os 59 minutos da sessão ficam completos após uma conversa entre a vice-reitora da Universidade do Porto, Fátima Vieira, e Adolfo Luxúria Canibal.

Esta iniciativa é uma parceria entre a Porto Editora – responsável pela programação e curadoria do evento – e a Universidade do Porto. A entrada é gratuita, mediante reserva prévia do bilhete.

 

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK