2019-09-12

O regresso da trilogia de Richard Ford

O Jornalista Desportivo marca o início da trilogia que afirmou o autor como uma das vozes mais importantes da literatura americana contemporânea.

Partilhar:
No início dos anos 80, Richard Ford inspirou-se na sua experiência profissional na revista de desporto Inside Sports para escrever o romance que catapultaria a sua carreira de escritor: O Jornalista Desportivo.

A Porto Editora tem vindo a publicar a obra deste que é um dos grandes nomes da literatura americana e, a 19 de setembro, reedita, com nova tradução, este romance fundamental que inicia a chamada Trilogia Bascombe. Seguir-se-ão mais tarde os famosos O Dia da Independência (Prémio Pulitzer e PEN/Faulkner) e A Pele da Terra.

Narrador irónico e subtil da sociedade americana contemporânea, Richard Ford tem vindo a ser distinguido com inúmeros galardões nacionais e internacionais, entre eles o Prémio Princesa das Astúrias 2016: «A forma minuciosa das descrições, o olhar sombrio e denso sobre a vida quotidiana de seres anónimos e invisíveis conjugam a desolação e a emoção das suas histórias», considerou o júri do Prémio.

SINOPSE
Frank Bascombe tem trinta e oito anos, uma namorada mais nova e um trabalho como jornalista desportivo. Para muitos homens da sua idade, isso seria motivo de alegria; porém, o desespero ronda-o a cada volta, lembrando-o das suas recentes perdas: o divórcio, a morte do filho mais velho e o ruir do sonho americano – uma vida pacata, na pequena cidade de Haddam, New Jersey.

Implacável testemunho dos desencantos inevitáveis e da corrosão das ambições, O Jornalista Desportivo é um romance magistral que, ao ser publicado em 1984 – iniciando a que mais tarde viria a ser chamada «Trilogia Bascombe» –, projetou Richard Ford para a primeira linha dos escritores americanos.

O AUTOR
Autor de oito romances e quatro coletâneas de contos, Richard Ford nasceu em Jackson, Mississippi, em 1944. Reconhecido pela crítica como um dos grandes retratistas dos temas estruturantes da sociedade norte-americana, Ford detém o recorde de ter sido o único autor distinguido em simultâneo com os prémios Pulitzer e Pen/Faulkner para uma mesma obra. No catálogo da Porto Editora figuram os seus romances, Canadá, agraciado com o Prix Femina Étranger e o Andrew Carnegie Medal for Excellence, Francamente, Frank, e, agora com uma nova tradução, O Jornalista Desportivo. Em junho de 2016, Richard Ford foi distinguido com o Prémio Princesa das Astúrias das Letras e, em 2019, com o Library of Congress Prize para ficção americana.


IMPRENSA

«Um dos mais brilhantes narradores e intérpretes da América atual.»
Isabel Lucas, Ípsilon

«Uma leitura fascinante […] um livro memorável.»
The Observer

«Um dos romances americanos mais notáveis e fascinantes dos últimos anos.»
Time Out

«Magistral […] comovente […] Este romance notável medita sobre a tristeza e o desespero da vida com uma profunda dignidade. É uma obra original e admirável.»
Evening Standard

«Ford concebeu um perfeito prodígio… um romance elegíaco brilhante.»
Newsday

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK