2018-09-13

O regresso à família Zarco no novo romance de Richard Zimler

Só dois membros desta família escaparam ao Holocausto. As suas vidas são contadas em Os dez espelhos de Benjamin Zarco.

Partilhar:

Richard Zimler tem um novo romance, Os dez espelhos de Benjamin Zarco, onde nos apresenta a história mais recente da família Zarco, com o percurso de dois primos, Benjamin e Shelly, únicos sobreviventes do Holocausto.


Este livro, que a Porto Editora publica a 20 de setembro, conta-nos através de diferentes vozes as suas vidas desde a clausura no gueto de Varsóvia, de onde acabaram por escapar, até aos dias de hoje. Richard Zimler transmite-nos assim uma história de sobrevivência, mas acima de tudo de solidariedade e amor, acompanhada por uma forte componente mística, peça fundamental para Benny e Shelly conseguirem ultrapassar os traumas e os fantasmas do passado.

Os dez espelhos de Benjamin Zarco será apresentado pela historiadora Irene Flunser Pimentel a 12 de outubro na Casa das Artes, no Porto, e a 16 de outubro no El Corte Inglés de Lisboa.

SINOPSE

Benjamin Zarco e o seu primo Shelly foram os únicos membros da família a escapar ao Holocausto. Cada um à sua maneira, ambos carregam o fardo de ter sobrevivido a todos os outros. Benjamin recusa-se a falar do passado, procurando as respostas na cabala, que estuda com avidez, em busca daquilo a que chama os fios invisíveis que tudo ligam. E Shelly refugia-se numa hipersexualidade, seu único subterfúgio para calar os fantasmas que o atormentam.

Construído como um mosaico e dividido em seis peças, Os dez espelhos de Benjamin Zarco entretecem-se entre 1944, com a história de Ewa Armbruster, professora de piano cristã que arrisca a vida para esconder Benni em sua casa, e 2018, com o testemunho do filho de Benjamin acerca do manuscrito de Berequias Zarco, herança do pai, talvez a chave para compreender a razão por que Benjamin e Shelly se salvaram e o vínculo único que os une. Um romance profundamente comovente e redentor, com personagens inesquecíveis. Uma ode à solidariedade, ao heroísmo e ao tipo de amor capaz de ultrapassar todas as barreiras, temporais e geográficas.

O AUTOR

Richard Zimler nasceu em 1956 em Roslyn Heights, um subúrbio de Nova Iorque. Fez um bacharelato em Religião Comparada na Duke University e um mestrado em Jornalismo na Stanford University. Trabalhou como jornalista durante oito anos, principalmente na região de São Francisco. Em 1990 foi viver para o Porto, onde lecionou Jornalismo, primeiro na Escola Superior de Jornalismo e depois na Universidade do Porto. Tem atualmente dupla nacionalidade, americana e portuguesa. Desde 1996, publicou romances, contos e livros para crianças. A sua obra encontra-se traduzida para 23 países.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK