2018-10-10

O Estranhão tenta sobreviver à vida em família

Fred só queria ter uma vida normal, sem sobressaltos…

Partilhar:

Como sobreviver à família é o oitavo título da divertida coleção O Estranhão, assinada por Álvaro Magalhães e magnificamente ilustrada por Carlos J. Campos e chega às livrarias no próximo dia 11 de outubro.


Se o quotidiano de Fred já era fora do comum, a chegada de uma prima especial – Gin, a bloguer, youtuber e comediante stand-up nas horas vagas – vai atormentar os seus dias. Mas não tanto quanto as duas histórias de puro terror que vive. Não é mesmo nada fácil ser Estranhão…

Para além d’ O Estranhão, o autor assina a coleção Os Indomáveis F.C., que narra as peripécias de um grupo de jovens craques da bola e Picasso & Van Gogh, que junta um gato pachorrento e um cão ingénuo. Com três décadas de atividade literária, Álvaro Magalhães é um dos mais destacados escritores portugueses para a infância e juventude, com cerca de 100 livros publicados e várias vezes premiado pela sua obra. É também um autor de referência do Plano Nacional de Leitura.

SINOPSE

Fred, o Estranhão, tem de se aguentar com a Gin, a prima especial que chegou para atormentar os seus dias e as suas noites. Grandes problemas virtuais o esperam, pois a Gin é bloguer, youtuber e ainda faz stand-up nas horas vagas. Um espanto! Além disso, Fred vive duas histórias de puro terror e uma outra de puro amor, com a misteriosa rapariga que lia. E ele que só queria ter uma vida normal, sem sobressaltos… Mas isso não é tarefa fácil para um Estranhão. Pois não?

Imaginação sem limites e muito humor na coleção mais estranhamente divertida de Álvaro Magalhães.

O AUTOR

Álvaro Magalhães nasceu no Porto, em 1951. A sua obra para crianças e jovens, que integra poesia, conto, ficção e textos dramáticos, repartindo-se por cerca de 80 títulos, caracteriza-se pela originalidade e invenção, quer na escolha dos temas quer no seu tratamento.

Foi várias vezes premiado pela Associação Portuguesa de Escritores e Ministério da Cultura. Em 2002, O limpa-palavras e outros poemas foi integrado na Honour List do Prémio Hans Christian Andersen e, em 2004, Hipopóptimos – Uma história de amor foi distinguido com o Grande Prémio Calouste Gulbenkian. Várias das suas publicações integram o Plano Nacional de Leitura e constam do corpus das Metas Curriculares de Português.

Parte da sua obra (21 títulos) está publicada em Espanha, França, Brasil, Coreia do Sul e Itália.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK