2018-04-09

O blogue de Saramago que virou livro

O Caderno reúne os textos que José Saramago publicava diariamente no seu blogue.

Partilhar:
Cada post demorava uma hora, hora e meia, a ser escrito, os seguidores eram aos milhares. José Saramago criou um blogue em 2008 e aí escreveu regularmente sobre atualidade, sobre política internacional, sobre literatura, mas também sobre outros assuntos «menos sérios», como referiu numa entrevista ao Público, e que permitiam aproximar a distância entre ele e os seus leitores. O Caderno, que a Porto Editora publica a 12 de abril, reúne o conjunto de textos diários publicados nesse blogue, balizados temporalmente entre setembro de 2008 e novembro de 2009: «Disseram-me que reservaram para mim um espaço no blogue e que devo escrever para ele, o que for, comentários, reflexões, simples opiniões sobre isto e aquilo, enfim, o que vier a talhe de foice.»

O AUTOR

Autor de mais de 40 títulos, José Saramago nasceu em 1922, na aldeia de Azinhaga. Em 1947 publicou o seu primeiro livro que intitulou A Viúva, mas que, por razões editoriais, viria a sair com o título de Terra do Pecado.

Até 2010, ano da sua morte, a 18 de junho, em Lanzarote, José Saramago construiu uma obra incontornável na literatura portuguesa e universal, com títulos que vão de Memorial do Convento a Caim, passando por O Ano da Morte de Ricardo Reis, O Evangelho segundo Jesus Cristo, Ensaio sobre a Cegueira, Todos os Nomes ou A Viagem do Elefante, obras traduzidas em todo o mundo.

José Saramago recebeu o Prémio Camões em 1995 e o Prémio Nobel de Literatura em 1998. No ano de 2007 foi criada em Lisboa uma Fundação com o seu nome, que trabalha pela difusão da literatura, pela defesa dos direitos humanos e do meio ambiente, tomando como documento orientador a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK