2014-10-17

Laurentino Gomes e Rubem Fonseca vencem Prémio Jabuti

1889 distinguido na categoria “Reportagem” e Amálgama em “Contos”.

Partilhar:

Os autores Laurentino Gomes e Rubem Fonseca, editados em Portugal pela Porto Editora e pela Sextante Editora, respetivamente, venceram o Prémio Jabuti, atribuído pela Câmara Brasileira do Livro.
Com 1889, que a Porto Editora publicará em 2015, Laurentino Gomes venceu na categoria “Reportagem”; na categoria “Contos e crónicas”, o distinguido foi Rubem Fonseca, pelo livro Amálgama, que chega a Portugal na próxima semana, a 24 de outubro, com chancela da Sextante Editora.

Neste mais recente livro de Rubem Fonseca, reencontramos o estilo único do maior contista brasileiro em histórias onde residem a crueza, o erotismo, a violência, a velocidade narrativa, o clima noir. Ao longo de 32 contos e dois surpreendentes poemas, somos confrontados com personagens e situações unidas pela tristeza, pela dor, pela raiva, pelo fracasso, pela ternura e pelo amor, uma verdadeira amálgama de vidas que se constroem e se destroem num instante. Em 1889, Laurentino Gomes aborda a Proclamação da República Brasileira e fecha uma trilogia iniciada com 1808, sobre a fuga da corte portuguesa de D. João VI para Rio de Janeiro, e continuada com 1822, sobre a Independência do Brasil.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK