2019-12-03

Já são conhecidas as dez candidatas a palavra do ano

De “desinformação” a “violência [doméstica]”, passando por “jerricã” - 2019 foi marcado por acontecimentos, que agora se traduzem em palavras e vão a uma votação online.

Partilhar:

A um mês de ser revelada a PALAVRA DO ANO® 2019, as dez candidatas foram divulgadas e já se encontram disponíveis para votação, entre elas «desinformação», «lítio», «influenciador», «multipartidarismo», «nepotismo», «seca», «jerricã», «sustentabilidade», «trotinete» e «violência [doméstica]».


A lista de palavras candidatas a PALAVRA DO ANO® é produto do trabalho permanente de observação e acompanhamento da realidade da língua portuguesa, levado a cabo pela Porto Editora, através da análise de frequência e distribuição de uso das palavras e do relevo que elas alcançam, tanto nos meios de comunicação e redes sociais como no registo de consultas online e mobile dos dicionários da Porto Editora, tendo em consideração também as sugestões dos portugueses através do site www.palavradoano.pt.

desinformação
A difusão deliberada de informações falsas, apresentadas como verdadeiras, tem vindo a crescer nas redes sociais.

jerricã
As greves dos motoristas de matérias perigosas levaram o governo a declarar uma situação de crise energética e muitos portugueses recorreram a jerricãs para armazenar combustível.

lítio
Os contratos de prospeção e as concessões de exploração de lítio têm gerado controvérsia na sociedade portuguesa, debatendo-se questões ambientais, sociais, económicas e políticas.

influenciador
As redes sociais têm permitido o aparecimento de figuras mediáticas que influenciam a opinião das audiências através da publicação regular de conteúdos.

multipartidarismo
O número de partidos políticos com assento parlamentar aumentou na sequência das últimas eleições legislativas, com três estreias na Assembleia da República Portuguesa.

nepotismo
As alegadas ações de favorecimento de familiares de membros do governo ou de outras figuras de poder ocuparam o espaço mediático por diversas vezes.

seca
Mais de 35% do território nacional está em seca severa ou extrema, com graves consequências na agropecuária, nos recursos hídricos e no bem-estar das populações.

sustentabilidade
A sociedade precisa de satisfazer as necessidades das gerações atuais sem comprometer o futuro das vindouras.

trotinete
As trotinetes elétricas invadiram as cidades e são parte integrante de um novo paradigma de mobilidade urbana.

violência [doméstica]
É urgente impedir novos casos de violência doméstica como os que ocorreram nos últimos anos.

Esta iniciativa vem sublinhar o poder das palavras ao retratar hábitos, costumes, humor ou preocupações coletivas que se destacam em cada ano. De ressalvar que em 2018 foi eleita a palavra «enfermeiro», com 37,8% dos 226 mil votos validados, seguida de «professor». Recuando nas dez edições anteriores, as palavras escolhidas recordam-nos o que influenciou o nosso quotidiano ao longo dos anos: «esmiuçar» (2009), «vuvuzela» (2010), «austeridade» (2011), «entroikado» (2012), «bombeiro» (2013), «corrupção» (2014), «refugiado» (2015), «geringonça» (2016) e «incêndios» (2017).

Até ao fim do ano, os portugueses poderão votar no seu vocábulo preferido através do site www.palavradoano.pt. A PALAVRA DO ANO® 2019 será anunciada nos primeiros dias de janeiro.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK