2020-03-24

Grupo Porto Editora apoia pequenos livreiros adiando prazos de pagamento

Medida beneficia pequenas livrarias e visa ajudar a enfrentar as dificuldades económicas que se avizinham

Partilhar:
Numa altura em que, por todo o país, centenas de livrarias veem-se na contingência de fecharem portas no contexto do estado de emergência que o país atravessa, o Grupo Porto Editora decidiu apoiar os pequenos retalhistas permitindo-lhes adiarem o pagamento das faturas com vencimento previsto para as próximas semanas.

Na comunicação enviada aos livreiros esta segunda-feira, dia 23 de março, o Grupo Porto Editora informou que os pagamentos poderão ser efetuados até finais do mês de junho.

Esta decisão visa aliviar a pressão sobre a tesouraria das livrarias de micro e pequena dimensão, pois serão estas as que mais rapidamente serão afetadas na sua atividade, em consequência das medidas estipuladas pelo Governo a propósito do estado de emergência.

O Grupo Porto Editora continuará particularmente atento a esta realidade, uma vez que se perspetiva um impacto particularmente negativo para o setor do livro em Portugal – um setor que atravessou uma longa década de crise da qual só em finais de 2019 e inícios de 2020 começava a dar sinais de retoma.

Por fim, e perante a necessidade imperativa de que todos fiquem em casa para conter a propagação da doença COVID-19, o Grupo Porto Editora lembra que o livro e a leitura oferecem a melhor forma de viajar sem sair de casa, como demonstra o Movimento #LerDoceLer, com grande adesão nas redes sociais.

Que esta seja uma oportunidade de estimularmos o gosto e o prazer da leitura para que, quando a normalidade for retomada, as livrarias possam abrir as suas portas a um maior número de leitores.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK