2016-10-04

Álvaro Magalhães entra em campo com Os Indomáveis F.C.

O mundo é uma bola dá o pontapé de saída de uma nova coleção juvenil da Porto Editora.

Partilhar:

Álvaro Magalhães é o “treinador” dos Os Indomáveis F.C., a nova coleção juvenil da Porto Editora que entra “em campo” já no próximo dia 6 de outubro, com a publicação de O mundo é uma bola.


Com ilustrações do argentino Gio Fornieles, o primeiro título das peripécias destes Indomáveis promete cativar jovens leitores e todos os apaixonados pelo “desporto-rei”. Em O Mundo é uma bola (recomendado para crianças a partir dos 6 anos), Álvaro Magalhães leva os leitores até a um “Maracanã” imaginado, semelhante a tantos outros que preenchem tardes de lazer com uma bola de futebol, e dá a conhecer os Indomáveis F.C. e as suas estrelas.

Com três décadas de atividade literária, Álvaro Magalhães é um dos mais destacados escritores portugueses para a infância e juventude, com mais de oitenta livros publicados. A coleção Os Indomáveis F.C. sucede, no catálogo da Porto Editora, à coleção O Estranhão (que conta já com 5 volumes) e Picasso & Van Gogh.

SINOPSE

Ricardo e o irmão mudam de casa e procuram, na nova cidade, um sítio onde jogar futebol. Há um clube com camadas jovens e uma boa escola de futebol, mas eles acabam a jogar num descampado com outros rapazes. Em liberdade. “E se fizéssemos um clube?”, perguntou, um dia, o Ricardo, E tudo começou nesse momento. Eis, pois, a história, contada por ele: uma equipa, um treinador, um nome, um equipamento, um clube: Os Indomáveis F.C.

O AUTOR


Álvaro Magalhães nasceu no Porto, em 1951. A sua obra para crianças e jovens, que integra poesia, conto, ficção e textos dramáticos, repartindo-se por cerca de 80 títulos, caracteriza-se pela originalidade e invenção, quer na escolha dos temas quer no seu tratamento.

Foi várias vezes premiado pela Associação Portuguesa de Escritores e Ministério da Cultura. Em 2002, O limpa-palavras e outros poemas foi integrado na Honour List do Prémio Hans Christian Andersen e, em 2004, Hipopóptimos – Uma história de amor foi distinguido com o Grande Prémio Calouste Gulbenkian. Várias das suas publicações integram o Plano Nacional de Leitura e constam do corpus das Metas Curriculares de Português.

Parte da sua obra (21 títulos) está publicada em Espanha, França, Brasil e Coreia do Sul.