2018-05-21

A magia de Richard Zimler

Maria e Danilo e o mágico perdido é a nova aventura para crianças do autor, ilustrada por Carlos Farinha.

Partilhar:

Maria e Danilo e o mágico perdido, que a Porto Editora lança a 24 de maio, é o novo livro infantil de Richard Zimler, ilustrado pelo artista plástico Carlos Farinha.


Do encontro entre um mágico e duas crianças com deficiência física nasce uma amizade preciosa, motor de uma história que nos fala sobre a diferença, a amizade e o verdadeiro significado da beleza. Com um fio narrativo comovente e ilustrações magníficas, este é um livro que irá encantar crianças e adultos.

Richard Zimler foi recentemente galardoado com o Prémio Bissaya Barreto de Literatura para a Infância, com O cão que comia a chuva (Porto Editora, 2016), onde, tal como em Maria e Danilo e o mágico perdido, reflete sobre uma problemática que afeta o universo das crianças.

Este livro será apresentado pela deputada Catarina Marcelino a 5 de junho, pelas 18:30, no hotel Real Palácio, em Lisboa.

SINOPSE

Nada deixa o mágico Marduque mais feliz do que ver a surpresa e o delírio de uma plateia. Na companhia dos seus dois fiéis assistentes, cão Rumi e a periquita Tulipa, que alinham em todas as peripécias, os truques do mágico Marduque não deixam ninguém indiferente. Até ao dia em que é convidado a fazer um espetáculo numa escola e conhece duas crianças únicas. A partir desse momento, a vida de Marduque nunca mais será a mesma, nem a de Maria e Danilo, que descobrirão na magia e na amizade uma forma de ultrapassar os seus receios mais profundos.

OS AUTORES

Richard Zimler nasceu em 1956 em Roslyn Heights, um subúrbio de Nova Iorque. Fez um bacharelato em Religião Comparada na Duke University e um mestrado em Jornalismo na Stanford University. Trabalhou como jornalista durante oito anos, principalmente na região de São Francisco. Em 1990 foi viver para o Porto, onde lecionou Jornalismo, primeiro na Escola Superior de Jornalismo e depois na Universidade do Porto. Tem atualmente dupla nacionalidade, americana e portuguesa. Desde 1996, publicou onze romances, uma coletânea de contos e cinco livros para crianças. A sua obra encontra-se traduzida para 23 países.

Carlos Farinha nasceu em Santarém, Portugal, em 1971. Formou-se em Belas-Artes na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. O seu trabalho abrange desde a pintura, o desenho, a escultura e a performance art. Desde 1990, tem vindo a receber inúmeros prémios. Carlos Farinha está agora representado em muitas coleções públicas e privadas, incluindo a multinacional Malwarebytes, o Museu de Halabja no Iraque, a Casa da Cultura de Kobane na Síria e a Residência oficial do Cônsul de Portugal em Macau.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK