Edição n.º 17, maio de 2014


Os computadores pessoais em sala podem ser um aliado do professor


Optar por aceitar os computadores pessoais e aproveitar para pedir aos alunos que procurem na Internet algum aspeto relacionado com a aula é a terceira recomendação do estudo. Sobretudo nas situações em que é difícil condicionar a utilização dos computadores em sala de aula. O estudo incentiva, portanto, nestes casos, a utilização de “recursos digitais especificamente elaborados para os conteúdos que os professores lecionam, aproximados à realidade dos alunos”.

Por fim, a última recomendação aponta para o contexto familiar, defendendo a leitura também em livros de papel, “favorecendo a concentração e o desenvolvimento da memória das crianças”.

Este trabalho do ORE não deixa de identificar duas situações onde o uso do computador pessoal na sala de aula não apresenta inconveniente: a utilização pelos alunos com necessidades educativas especiais, quando necessário, e a utilização dos computadores para anotações pelos alunos, desde que o acesso à Internet se encontre bloqueado. Os dados analisados confirmam que a qualidade das anotações é idêntica à dos alunos que registaram a matéria em papel.


Quase como um epílogo, o ORE alerta para a necessidade de se continuar a debater este tema e a efetuar mais investigação que, “com rigor científico”, aprofunde a realidade portuguesa e continue a comprovar a importância da complementaridade entre os recursos digitais e os recursos educativos tradicionais. Para tal, “o ORE está desde já disponível para ponderar formas de colaboração com projetos de pesquisa sobre esta problemática a empreender em Portugal”, lê-se no capítulo das recomendações deste estudo.

O ORE apresenta-se, no seu sítio em www.ore.pt, como uma entidade que tem como objetivo “assegurar a recolha, compilação, tratamento, produção e divulgação de informação, bem como promover estudos relativos aos recursos educativos utilizados em Portugal e no estrangeiro”, e tem o apoio da Porto Editora.

 


 

 

 
Back to Top