Está aí a primavera!
Henrique Nogueira

Está aí a primavera. Os dias são mais longos, há mais sol e as temperaturas são mais amenas.

O ciclo da vida no mundo vegetal e animal, com os jardins e os campos a cobrirem-se de cor e atividade, traz consigo algumas contrariedades.

É o tempo da polinização, com a ajuda do vento e dos insetos, com as crianças sensíveis a apresentarem as primeiras manifestações de alergia – termo médico que significa uma reação patológica com substâncias do meio ambiente que não provocam doenças nos indivíduos mais resistentes. As consequências são os primeiros espirros, o lacrimejar dos olhos, as dificuldades respiratórias, as asmas. Mas há outras manifestações de alergia, estas acompanhadas de alguma dor, quando ocorrem picadas de insetos como abelhas e mosquitos, que entretanto pululam na Natureza, nomeadamente nas margens dos cursos de água.

Há episódios de alergia que podem surgir durante todo o ano. Os mais comuns são provocados por alimentos – ovo, peixe, mariscos, morangos, citrinos, chocolate –, mas a nossa casa também reúne condições para a ocorrência de alergias, nomeadamente as provocadas pelos ácaros, por pelos dos animais domésticos (cães e gatos), pelas penas de aves, pelo contacto com peças de vestuário (lãs e fibras sintéticas) e substâncias voláteis, entre outras, que produzem respostas diferentes a nível respiratório ou na pele e que originam grande desconforto.

Finalmente, entre as alergias mais frequentes estão as reações provocadas por medicamentos e substâncias químicas utilizadas na higiene diária (cremes, champôs…) ou até as provocadas pelos raios solares.

Se surgir qualquer uma destas alergias, que podem ser identificadas com a ajuda de um médico, é importante evitar os contactos com os alergénios ou fazer a terapêutica adequada para diminuir os seus efeitos e melhorar a qualidade de vida das crianças afetadas.




Henrique Nogueira - é especialista em pediatria na Clínica Pediátrica do Porto e sub especialista em neonatologia.

Uma sala, imensas possibilidades
Porto Editora
nov 2019
Elogiar: como e o quê?
Adriana Campos
out 2019
A entrada dos adultos na creche/jardim de infância
Adriana Campos
set 2019
Manifesto a favor da desprogramação do tempo livre das crianças
Manuel Rangel (1956 – 2015)
jul 2019
A importância do contexto familiar na felicidade da criança e do seu bem-estar
Manuela Queirós
mar 2019
Back to Top