Está na Natureza da criança...
Maria João Lima
Está na Natureza da criança...

O Dia Mundial da Conservação da Natureza foi criado pela Assembleia Geral das Nações Unidas, com o objetivo de alertar e sensibilizar a população para a problemática da conservação da Natureza.

Um tema pertinente nos dias de hoje, embora se registe uma maior sensibilidade para a conservação da natureza.

Considerando que é durante a infância que se desenvolvem valores e atitudes sustentáveis para a vida, torna-se necessário que o educador reflita sobre o seu papel no desenvolvimento de iniciativas de sensibilização e educação com o intuito de promover a consciência ambiental da criança.

O educador, de forma natural, desenvolve nas crianças conhecimentos, habilidades e valores que lhes permitem enfrentar a problemática ambiental dos dias de hoje, construindo uma cultura de afeto com o mundo natural. A partir da compreensão de conceitos adquiridos em contexto de sala, o educador deve proporcionar, posteriormente, vivências diretas no meio onde a criança está inserida, onde esta cria as suas próprias experiências, constrói uma relação afetiva e intrínseca com o meio, promovendo a sua identidade, autonomia e criatividade. Ao criar uma afinidade da criança com a Natureza, com atividades de sensibilização integradas, promove a educação para a preservação.

A “brincar” vamos levar as crianças a entrarem em contacto com aspetos subtis da Natureza e aprofundar as suas relações consigo mesma, com o outro e com o mundo natural que a circunda. É nesta experiência pessoal, direta, única, que a criança desperta a curiosidade e o entusiasmo para com a Natureza, pois assim entende e grava na sua memória conceitos e valores de preservação e proteção. É nesta idade que a afinidade com o meio natural promove a aprendizagem de conteúdos de educação ambiental que serão a base de todo o processo educativo.

A curiosidade é o ponto de partida para a aprendizagem. Conservar e proteger a Natureza está na própria “natureza da criança”!


Maria João Lima - é educadora de infância no ensino público e criadora de coleções do pré-escolar.

 

Uma sala, imensas possibilidades
Porto Editora
nov 2019
Elogiar: como e o quê?
Adriana Campos
out 2019
A entrada dos adultos na creche/jardim de infância
Adriana Campos
set 2019
Manifesto a favor da desprogramação do tempo livre das crianças
Manuel Rangel (1956 – 2015)
jul 2019
A importância do contexto familiar na felicidade da criança e do seu bem-estar
Manuela Queirós
mar 2019
Back to Top