A minha criancinha vai mudar de escola. E agora?
Armanda Zenhas
A minha criancinha vai mudar de escola. E agora?
A minha criancinha vai mudar de escola. E agora?

Mais um ano letivo que termina. Para muitas crianças, chega també́m ao fim uma etapa das suas vidas e aproxima-se o começo de outra: mudança de nível de ensino, mudança de ciclo, mudança de escola. Várias destas transições coexistem. E eis que a nossa crianç̧a se despede do jardim de infância, da sua pequena escola do 1.º ciclo, dos seus amigos de um ou vários anos, da sua educadora ou da sua professora.

Estas mudanças acarretam, geralmente, pensamentos e sentimentos ambivalentes: é difícil deixar um espaço que se conhece bem e de que se gosta, os amigos, os adultos que nos querem e a quem se quer bem; mas é bom crescer e a mudança faz parte do crescimento, trazendo a promessa de novos amigos e muitas coisas interessantes para aprender de novo. Os mais pequenos terão mais dificuldades em valorizar os aspetos positivos da mudança que implicam a projeção no tempo futuro (ainda que próximo) em que vão conhecer esses novos amigos e realizar as novas aprendizagens, embora, certamente, gostem de se sentir crescer. E quando os sentimentos negativos dominam, como podem os pais ajudar? O carinho, o diálogo, a valorização do crescimento são ingredientes adequados de uma receita que pode ser bem-sucedida, mas cuja fórmula mágica depende de cada criança e da relação única desta com os pais.

Aqui fica a sugestão de uma atividade que os pais podem desenvolver com a sua criança, e que pode ser mais um ingrediente na receita a confecionar em família. Trata-se da construção de uma “Cápsula do Tempo”*.

Procedimentos:
Sugira à sua criança a confeção de uma Cápsula do Tempo, em que guardará “tesourinhos” dos seus tempos na escola/turma que vai deixar. Para esse efeito, ela vai selecionar recordações significativas, como, por exemplo, fotografias, filmes, trabalhos realizados. Desta forma, ela poderá sempre revisitar o espaço e os amigos de que se vai separar. Feita a seleção dos “tesouros” a guardar, está na altura de procurar a cápsula em que eles vão ficar depositados. Poderá ser uma caixa de sapatos, um saco resistente e bonito ou outro recipiente com tamanho adequado. Finalmente, a criança poderá decorá-lo a seu gosto, pintando-o ou fazendo colagens, não se esquecendo de registar a data de confeção e o período a que diz respeito.

Paralelamente a esta estratégia para facilitar a separação, outras podem/devem ser utilizadas para facilitar a aproximação ao novo ambiente. Uma visita à nova escola, procurar outras crianças que vão para a mesma escola/turma e promover encontros para brincar e estreitar laços, conversar sobre as novidades que se avizinham de forma motivadora e desmistificadora dos receios: eis algumas sugestões.

Fazer uma Cápsula do Tempo em cada nova transição poderá ser interessante no momento e, certamente, sê-lo-á no futuro também. Se a curto prazo ajuda a conviver com as saudades, a longo prazo será sempre bom revisitar os tempos de criança.

* Sugestão retirada e adaptada de Mission: Transition, publicado pela organização americana Parents Reaching Out, em 2011, consultado em http://parentsreachingout.org/cd/pdfs_en/edumt.pdf.

Veja aqui o artigo da Educare.

Armanda Zenhas — Mestre em Educação, área de especialização em Formação Psicoló́gica de Professores, pela Universidade do Minho. É licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, nas variantes de Estudos Portugueses e Ingleses e de Estudos Ingleses e Alemães, e concluiu o curso do Magistério Primário (Porto). É PQA do grupo 220 no agrupamento de Escolas Eng. Fernando Pinto de Oliveira e autora de livros na área da educação. É também mãe de dois filhos.

 

Uma sala, imensas possibilidades
Porto Editora
nov 2019
Elogiar: como e o quê?
Adriana Campos
out 2019
A entrada dos adultos na creche/jardim de infância
Adriana Campos
set 2019
Manifesto a favor da desprogramação do tempo livre das crianças
Manuel Rangel (1956 – 2015)
jul 2019
A importância do contexto familiar na felicidade da criança e do seu bem-estar
Manuela Queirós
mar 2019
Back to Top