back-to-top

Química para uma boa reação!

A Química é essencial para fazer face aos desafios que a Humanidade enfrenta e garantir a sustentabilidade do planeta. A partir de situações reais e atuais, o Química em reação propõe-se consciencializar as gerações futuras, ao estimular a curiosidade e interesse pelos fenómenos que nos rodeiam e permitir o desenvolvimento de competências diversificadas.

Autores

Abordagem STEM na exploração de tópicos de Química com recurso ao Arduino: o exemplo da AL Titulação ácido-base

Cristina Celina Silva

Fez todo o seu percurso académico na Universidade do Minho. Começou com a Licenciatura em Ensino de Física e Química, prosseguiu com o Mestrado em Ciências da Educação, especializando-se em Supervisão Pedagógica em Ensino de Física e Química e Formação de Formadores, e completou com o Doutoramento em Ciências da Educação, na área da Metodologia do Ensino das Ciências. 
Professora de Física e Química (grupo 510) no Ensino Básico e Secundário, lecionou grande parte da sua carreira na Escola Secundária de Fafe. Foi docente, no Ensino Superior, na Universidade do Minho, na Escola Superior de Educação de Fafe e no Instituto Superior de Educação de Felgueiras.
Atualmente encontra-se em Mobilidade Estatutária, requisitada para o exercício de funções técnico-pedagógicas na Inspeção-Geral da Educação e Ciência onde já exerceu funções inerentes à carreira especial de inspeção.

Carlos Cunha

Na Universidade do Minho licenciou-se em Ensino de Física e Química e tornou-se Mestre em Física, com especialização em Ensino e Formação de Formadores, integrando a equipa de formadores do Centro de Formação Francisco de Holanda – Guimarães.
Professor de Física e Química (grupo 510), no Ensino Básico e Secundário, na Escola Secundária de Fafe, com experiência na área da Formação e na Supervisão Pedagógica de núcleos de estágio de professores.
Na Escola Secundária de Fafe, para além de acumular outras funções, foi Assessor da Direção, membro da Assembleia Constituinte e faz parte da equipa coordenadora do Clube de Ciência Viva na escola.

Revisão científica

Professor Carlos Corrêa