AUTORES
Belmiro Costa
Ermelinda Rodrigues
NOVO ESPAÇO
MATEMÁTICA 7.º ANO
1. Manual
Este Manual, dividido em duas partes, privilegia metodologias que favorecem a participação ativa dos alunos e proporciona a mobilização de recursos variados. Desta forma, contribui para um verdadeiro processo de ensino-aprendizagem e para o reforço da autonomia dos alunos.

As setes unidades temáticas trabalhadas no 7.º ano são apresentadas no Manual com a seguinte estrutura:

  • Página de apresentação da unidade – tópicos a trabalhar na unidade.


  • Introdução – diversidade de situações relacionadas com a unidade.


  • Tarefas – diversidade de propostas que permitem:
    • retomar aspetos essenciais dos ciclos anteriores;
    • envolver os alunos na construção de conceitos;
    • consolidar técnicas e processos;
    • estabelecer conjeturas;
    • resolver problemas;
    • estabelecer conexões entre diferentes conceitos e relações matemáticas;
    • desenvolver capacidades transversais, nomeadamente a comunicação;
    • desenvolver a Matemática e o raciocínio.
  • Exercícios de margem – conjunto de exercícios/problemas que permitem desbloquear dificuldades e fazer a consolidação necessária para uma aplicação mais autónoma dos conhecimentos e ferramentas matemáticas.


  • Desafios – propostas/curiosidades relacionadas com a unidade, com uma componente lúdica, que permitem:
    • reforçar a motivação;
    • desenvolver o gosto pela Matemática;
    • desenvolver as capacidades de raciocinar e comunicar.
  • Para praticar – conjunto variado de propostas que permitem retomar e consolidar aspetos relevantes da unidade.


  • Para avaliar – avaliação reguladora, feita ao longo do desenvolvimento da unidade, assumindo na parte final um carácter mais globalizante.


  • As propostas apresentadas no “Para avaliar” são um possível instrumento de avaliação.
2. Caderno Prático

O Caderno Prático está dividido, tal como o manual, em sete unidades, sendo propostas para cada uma um conjunto variado de tarefas.

Este reforço de tarefas permite responder:
  • a diferentes ritmos de trabalho;
  • a diferentes graus de dificuldade;
  • à diversidade de contextos;
  • à mobilização de diferentes recursos.
3. Caderno do Professor
No Caderno do Professor são apresentadas:

Propostas de planificação por unidade

Atendendo a que privilegiamos processos dinâmicos de ensino-aprendizagem, as propostas de planificação são flexíveis, de modo a facilitar adaptações a diferentes metodologias e a diferentes realidades, não deixando de assumir um papel orientador da ação do Professor.


Diversificar os recursos

A partir de tarefas propostas no Manual e no Caderno Prático, são apresentadas sugestões para:

  • ampliar a exploração das tarefas;
  • integrar recursos didáticos que potenciem a exploração da tarefa;
  • integrar explorações em ambiente de Geometria Dinâmica;
  • promover a interação.
Desafios – para além da componente lúdica

Apresentação da resolução dos desafios.
Articulação com os tópicos trabalhados e o conhecimento matemático mobilizado.



4. e Manual do Professor

Versão digital do Manual com a ligação em contexto para outros recursos, tais como animações, que promovem:

  • o reforço da motivação;
  • a clarificação da situação problemática colocada;
  • o rigor;
  • as simulações para diversificar e generalizar;
  • a integração da componente experimental;
  • a melhor gestão do tempo;
  • a compreensão do contexto por parte do aluno;
  • a diversificação/generalização.
5. PowerPoint® didáticos para o Professor
Compreendem um conjunto de apresentações com:
  • o Programa de Matemática do Ensino Básico – “Ter um olhar sobre o Programa”;
  • resolução animada de desafios;
  • resolução animada de exercícios/problemas relevantes.

Articulados com o Manual, favorecem a adequação e diferenciação pedagógica na sala de aula. Poderão ser usados como base para a criação de outras apresentações e materiais, adequados às suas turmas.